Arquivo da tag: mães blogueiras

Aprendendo a ter paciência e ser paciente

Oie,

Vou contar uma coisa para vocês, a minha filha é uma criança mega, ultra metódica.  Gente, estou passando um bocado por aqui com as manias da V..

Faz duas semanas que ela elaborou um kit de brinquedos e parece mais um kit de sobrevivência.

Vou explicar, tudo começou outro dia quando ela foi no salão porque eu precisava fazer uma escova e nesse momento ela percebeu a utilidade de uma bolsinha que ganhou com pente, espelho, escova, secador. Ok, logo ela começou a reproduzir tudo o que ela viu no salão com a barbie e a branca de neve, ou melhor, com a princesa e boneca da neve. Pois bem, ela adicionou  a essa bolsinha a mamadeira para as bonecas, roupas, bichinhos de madeira que fazem parte de um outro brinquedo e por toda a parte ela carrega esse kit. Não pode sumir nada que ela tem ataques e quando acorda a primeira coisa que ela fala quando abre o olho é: “cade as minhas princesas, bolsa, botas, mamadeira?” e por aí vai com o check list completo.

Parece tudo normal, mas ela tem um cuidado exagerado com esse kit e ela surta quando some alguma coisa. Está sempre me perguntando “cadê a bota da princesa”,  “a mamadeira” e por aí vai, mas ela sabe que está tudo na bolsa, eu mostro para ela e aí aos poucos ela vai se acalmando.

valee

Outro dia eu li um post no Blog Roteiro Baby Floripa e me identifiquei. Vou explicar, eu sou o tipo de pessoa que não tem paciência e tolerância com lerdeza. Quero tudo para ontem e às vezes até com a V. eu falo: ” vamos rápido, entra no carro, a mamãe está com pressa, agora temos que comer, agora isso, agora aquilo e aí fiquei pensando que muito possivelmente com essa correria frenética do dia- a-dia + minha personalidade, posso estar influenciando o comportamento dela. Olha só:

Estudos demonstram que crianças que desde pequenas são ensinadas a aguardar certo tempo para atingir seus objetivos crescem com maior capacidade de êxito em suas relações familiares, sociais e de trabalho.Mas, como ensinar esta competência tão importante para nossos filhos? Já falamos aqui da antecipação por uma data importante (http://goo.gl/nl3nQ), mas há outras formas de ajudar seus filhotes a serem pacientes. Ironicamente, você precisará trabalhar sua própria paciência para conseguir isso.
Pais impacientes costumam criar filhos impacientes. Se eu não espero por nada, como meu filho vai esperar?
Comece com coisas simples:
  1. Quando seu filho o chamar, diga a ele calmamente que escutou mas que ele tem que esperar um pouco. No começo, ele virá atrás de você mas, quando finalmente esperar alguns segundos, não espere que venha te chamar novamente, vá até ele e o atenda.
  2. Plante uma planta. Isso vai ensinar ao seu filho que as coisas seguem seu próprio ritmo e que é necessário trabalhar para consegui-las. Todos os dias reguem a plantinha e observem seu crescimento.
  3. Ensine que cada um tem a sua vez. Na hora de entrar em casa, de conversar, de jogar um jogo ou de entrar em um elevador, não pense que seu filho é pequeno demais. Faça com que ceda a vez e perceba que devemos esperar a nossa hora de exercer as atividades. Se você for a um estabelecimento que distribui senhas, é uma ótima oportunidade para explicar isso a seu filho.
  4. Ensine a contar até 10. Se seu filho já sabe contar até 10, quando ficar com raiva, por exemplo, faça sinal de calma para ele e ensine que deve contar até 10 devagar para se acalmar. Quando eles ainda não sabem contar, você pode dizer à criança para sentar em algum lugar e se acalmar. Explique pacientemente que você aguardará que isso aconteça. Renata Bermudez Konzen/Consultora Sosseguinho
 
Olha, eu vejo muito claramente que as crianças são muito diferentes  uma das outras, e que nascem com personalidade, mas também sei que eles reproduzem muito do nosso comportamento.A V. sempre está querendo fazer tudo o que eu faço, usa algumas palavras que eu utilizo e depois de ler esse post do Roteiro Baby Floripa eu realmente estou convencida que preciso fazer algumas mudanças no meu comportamento, porque não desejo que a V. seja impaciente como eu. Ufa! Vida de mãe não é moleza, agora vou ficar aqui pisando em ovos e tentando me moldar para ver se ela fica mais calma e começa a apresentar alguma mudança de comportamento. Depois conto para vocês os resultados. Bjs!!

Deixe um comentário

Arquivado em Vida de mãe

Bebês Prematuros

Bom Dia,

Tem um vídeo rolando na internet que retrata o dia-a-dia de uma mãe que teve um baby prematuro. O vídeo é incrível e retrata claramente a capacidade de superação dessas famílias e principalmente desses bebês. Bem, vou confessar que assisti duas vezes e chorei muito, muito mesmo. Hoje não posso dar minha opinião porque nunca passei por essa situação e também não pretendo incluir links aqui pois sabemos que cada caso é um caso. A única coisa que posso dizer ( já falei aqui no blog que na  minha gestação eu tinha uma possibilidade real de ter um parto prematuro) é que você deve fazer todos os exames, exigir acompanhamento especial caso a possibilidade de parto prematuro seja constatada, respeitar o repouso e medicação sugerida, não tente ser a mulher maravilha na gravidez e se estiver grávida de gêmeos mantenha mais repouso do que o indicado.

Agora, sabemos que muitas mulheres simplesmente entram em trabalho de parto antes da 40 semana e se essa é a sua realidade desejamos muita força. Hoje boa parte das maternidades possui unidade Neonatal e a capacidade de sobrevivência dos bebês prematuros  é cada vez maior. Ah! Se você já vivenciou essa experiência conte um pouco para nós ok? Clique na imagem, assista o vídeo porque vale a pena.

Imagem

Depois desse exemplo de superação tenho certeza que sua semana será cheia de reflexões e gratidão pela vida. Bjs!

2 Comentários

Arquivado em Gravidez

Day off do baby

Hello,

Gente hoje expulsei o marido e a pequena de casa para colocar a vida em dia…rssss. Olha a correria dos últimos dias foi grande, mas vou confessar que estou adorando! Hoje não fiz almoço, mas lavei a louça que sobrou da jantinha de ontem, trabalhei, dei uma geral nos armários da casa, gavetas, joguei uma porção de remédios fora da validade e essa lista não tem fim. Quando você mora em um ap de 2 quartos com um baby a lei da sobrevivência é: entra uma coisa nova e sai uma coisa velha. Meu sonho é ter espaço (ok, tenho sonhos muito mais divertidos).

Olha, o tempo rende quando fico longe da V. e principalmente quando não preciso cozinhar, limpar, trocar roupa, fralda ou simplesmente ser interrompida. Já estou morrendo de saudades e contando os minutos para ela voltar (l-o-u-c-a), mas é verdade. Estamos muito juntinhas nos últimos dias porque a Dinda que é minha provedora de momentos off da V. está viajando e só volta 16 de dezembro. Que medo, será que vou sobreviver?

A V. está em uma fase ótima, super carinhosa, conversadeira e comilona :) Essa semana a professora me falou que eu  deveria inscrever ela no The Voice Brasil. O que mais uma mãe pode desejar?  A resposta é: folga.

Na semana passada surgiu a possibilidade de viajar uns 5 dias à trabalho e eu fiquei maluca em ficar todo esse tempo longe dela. Sei que tem muitas mães que já fizeram isso, mas senti que não estou preparada. Já  fiquei 3 quando fui para Buenos Aires comemorar meu aniver, mas cinco :(((

Acho super importante ter um ponto de apoio para a criança e para a família. Quando digo “ponto de apoio” estou me referindo a uma pessoa que a criança se identifique, que tenha disponibilidade e que os pais se sintam tranquilos. No meu caso tenho a Dinda e  Sogra, mas como a Dinda já está aposentada e mora mais perto foi eleita a babá oficial da V. e ela adora e fica  super tranquila na casa dos Dindos. Desde pequena acostumamos ela a dormir fora, passar o dia com eles ou fazer um passeio e foi ótimo porque a V. se adaptou bem. Assim, conseguimos ter nossos momentos de folga.

Bem, se você é mãe com certeza o que estou falando não é novidade, ou sim né? Sei de muitas mães que nunca dormiram longe dos pequenos. Algumas porque não tem opção e outras porque não conseguem. Se você está gravida comece a pensar nisso! É bom delegar tarefas, pedir ajuda para tomar um banho demorado, tirar um soneca, sair para almoçar, viajar e por aí vai. Essa semana a V. foi novamente para o salão comigo porque eu precisava fazer uma escova e dar uma geral. Posso dizer que foi divertido, mas não relaxante, você fica ali na expectativa da criança  surtar. O fato é que dar umas escapadas quando se tem um baby é como recarregar as baterias e você volta para casa cheia de amor e saudade.

E o mais engraçado é que meu marido enviou uma foto da V. e eu tive um ataque…rsss, mas olha o que ele aprontou, achei muito alto o lugar escolhido para ela sentar :((

Imagem

Afff, coisas de pai! Beijos!!

Deixe um comentário

Arquivado em Vida de mãe

Festa da Minnie

Olá! Hoje resolvi compartilhar com vocês todas as imagens que encontrei nas minhas pesquisas e que, de certa forma, serviram como inspiração para escolher os detalhes do almoço que organizei para comemorar com a família os 2 aninhos da V. Depois de encontrar milhões de imagens fica claro que o efeito bacana da decoração  está nos detalhes e cores. Defina seu tema e escolha algumas cores para compor tudo, desde balão, papel do docinho, toalhas, flores e aí tenho certeza que seu resultado será lindo. Olha só:

Image

Image

Essas tags são ótimas para dar um efeito na festa… vc pode usar em uma flor como centro de mesa ou nas bandejas de docinhos que servir nas mesas.

Image

Personalizar os potinhos de giz de cera e disponibilizar para as crianças pintarem na festa pode ser um bom entretenimento para elas e fica muito fofo!

Image

Amei esses pirulitos e olha a combinação dos objetos no fundo da mesa, definir as cores da festa é importante para dar mais destaque na decoração. Ah, olha a samambaia preenchendo o espaço na mesa.

Image

Não gostei muito das cores que usaram nessa mesa, mas a ideia de fazer um espaço para os pequenos é muito legal e eles adoram!

Image

Bolo fofura total!!

Image

Olha que lindo esses biscoitos! Vc pode colocar em um refratário comprido (tipo de peixe) e dá um efeito legal na mesa.

Image

Lindo!! O tema da Minnie Rosa está em alta…

Image

Se vc quer optar por um bolo mais simples esse com kit kat é fácil de fazer e com uma boa fita em volta fica lindo!

Image

Repetindo… as tags dão um efeito personalizado na decoração..

Image

Os confetes no vidro dão um efeito super legal!

Image

Gente! fofura total!

Image

Mesa linda, fácil de montar e deixei as infos do Instagram para facilitar as pesquisas de vcs.

Image

Mesa linda, amo o fundo verde e o aparador na frente dá um efeito super legal!

Image

Olhas essas maçãs do amor! Fiquei encantada, se o seu tema é A Turma do Mickey elas são perfeitas

Image

Amei a toalha e consegui alugar igual

Image

Adorei esses saquinhos, mas para facilitar a vida acabei comprando uns prontos de Tnt em uma loja especializada de festas.

Image

Gostei muito da combinação de cores e dos detalhes dessa mesa. Olha esse fundo que fácil de fazer com fitas de cetim e tecido.

Image

Bolo Lindo!

Image

Quando vc entra no mundo da Minnie encontra de tudo…rsss

Image

Fofura total

Image

Amei esse bolo tbm!

Image

Achei lindo esse convite e usei como modelo

Image

Fica legal revelar e colocar em um porta retrato na festa

ImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImage

Bem, fofura total né? Dá para pegar inspiração nessas fotos e fazer uma super festa. Assim que eu reunir todas as fotos do aniver da V. mostro para vocês tudo aproveitei dessas imagens e o resultado. Bjs!

2 Comentários

Arquivado em Festa Infantil

Casos de catapora aumentam na primavera saiba como prevenir

Olá Mamães,

Resolvi publicar esse texto que li outro dia porque comecei a escutar na “rádio corredor” da escolinha da V.  algumas mães & pais conversando sobre o Catapora, vale a pena ficar informada.

cata1

Confere as dicas da Revista Crescer

Casos de catapora aumentam na primavera: É importante ficar de olho nos sintomas da doença, que incluem febre e mal estar. A principal prevenção é a vacina tetra viral.

Instituto de Infectologia Emílio Ribas, da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, emitiu um alerta para a população sobre o aumento dos casos de catapora na primavera. Até julho foram registrados 2.168 casos entre crianças de até 9 anos, segundo o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado (CVE).

A catapora é uma doença altamente contagiosa, por isso, é recomendado afastar as crianças de escolas e creches ao confirmarem a doença. Os sintomas são parecidos as de um resfriado: febre alta e mal estar, e não há nenhum medicamento capaz de controlar a doença. “O ideal é lavar as lesões com sabão normal durante o banho, secar, não fazer uso de nenhum tipo de pomada nem curativo”, explicou, em nota, a infectologista do Emílio Ribas, Yu Ching Lian.

Por isso, a maneira mais segura de prevenir é por meio da vacinação. A tetra viral, oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde setembro deste ano, protege a criança da catapora, sarampo, caxumba e rubéola. Crianças de 15 meses, que já tenham tomado a primeira dose da tríplice viral (sarampo, caxumba, rubéola), podem receber a tetra valente. Caso a tríplice não tenha sido tomada, basta procurar o posto de saúde mais próximo. Neste caso, a tetra viral é aplicada após 30 dias.Vale lembrar que a vacina é oferecida em qualquer época do ano. Nas clínicas particulares, o esquema é diferente e você deve seguir as orientações do pediatra do seu filho.

Entenda a catapora

A catapora (ou varicela) atinge principalmente crianças de 1 a 6 anos. A transmissão acontece por contato e por via respiratória. Ambientes pouco ventilados, creches e escolas são propícios para a disseminação do vírus. Por conta disso, a melhor forma de prevenir o seu filho é por meio da vacinação.

Febre alta (acima de 38°C) e manchas avermelhadas pelo corpo são os primeiros sinais. Logo, formam-se pequenas bolhas que se rompem e viram feridas. Durante cerca de três dias, as bolhas surgem por levas: enquanto umas secam outras nascem no corpo da criança. As bolhas podem aparecer também nas mucosas: na boca, na conjuntiva, na área genital.

Durante essa fase, há risco de transmissão. Por isso, se você tem mais de uma criança em casa e um de seus filhos pegou a doença, leve-os ao pediatra e evite que durmam no mesmo quarto. Objetos pessoais devem ficar separados para evitar o contágio. Somente após 5 a 7 dias, as últimas bolhas secam, formando crostas.

A catapora não oferece grandes riscos, mas como as bolhas coçam, é preciso evitar que a criança crie um machucado em cima delas para não haver inflamação local e cicatriz. Não há medicamento específico, a não ser aqueles para combater os sintomas, como a febre e a coceira.

Abaixo, dicas fundamentais para evitar complicações:

– Corte sempre as unhas do seu filho e deixe-as limpas;
– Evite que ele tenha contato com pessoas com baixa capacidade de defesa;
– Coloque roupas leves, para evitar calor e aliviar as coceiras;
– Tente fazer com que seu filho repouse, principalmente enquanto tiver febre;
– Ofereça alimentos leves e muito líquido.

Fonte: Revista Crescer

cata3cata2

Bjs x Boa Semana!

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentação & Saúde, Desenvolvimento Infantil