Arquivo da tag: Guia do Bebê

Cesárea – experiência pessoal

 Olá! Na semana passada durante uma sessão estética (Yes, estou fazendo e logo conto mais detalhes aqui!) a minha anja, quero dizer, minha esteticista comentou que a minha cicatriz da cesárea estava “clarinha” e quase não dava mais para ver e eu a-d-o-r-e-i! Minha boneca V. vai completar 02 aninhos e aos poucos vamos esquecendo (memória seletiva) algumas das situações que passamos. Nada como estar em contato com uma grávida que nos enche de perguntas e vamos relembrado todas as fazes que rapidamente são substituídas por outras.
2006_03_gestante_mini

Bem, vamos ao assunto do dia: Eu fiz cesárea!

Sim, eu fiz e se você que está lendo esse post e é radical ou fã do Filme “o renascimento do parto” pode me julgar e me odiar, mas o fato é que desde o 1 dia que descobri a gravidez eu não conseguia me imaginar tendo um parto normal, só de pensar me dava pânico total de suar frio.

Meu pai é médico e minha mãe teve 4 partos normais e eles crucificaram minha decisão, fizeram questão de conversar comigo (muitas vezes) para tentar reverter a decisão, mas não conseguiram. Fui determinada desde o inicio da gestação e não entrei em trabalho de parto, a V. não ficou encaixada e eu efetivamente fiz a cesárea.

Meu pai como médico e minha obstetra me alertaram que a cesárea era uma cirurgia e que ninguém está isento de uma complicação, mas digamos que no parto normal isso também é possível certo? Eu pesquisei muito, assisti vídeos, conversei com profissionais e nada conseguiu tirar meu pânico de passar pelo parto normal, e ao contrario de muitas grávidas eu rezava no final da gestação para não entrar em trabalho de parto ( é claro que se acontecesse tenho certeza que naquele momento o extinto  falaria mais alto e eu iria tentar).

Tudo isso pode parecer besteira e superficial para algumas de vocês, mas tenho certeza que alguém aqui compartilha da mesma opinião e que a minha paz de espírito por saber que eu realmente teria que fazer a cesárea não teve preço. Talvez na próxima gestação eu consiga encarar o parto normal, deseje com todas as minhas forças e me sinta segura… vai saber, né?!

Acho que existem profissionais e profissionais, se é que vc me entende? Eu confiei 100% na minha médica obstetra e com o monitoramento por ultrassom nas últimas semanas tive certeza que ela não estava simplesmente agendando um dia e hora para minha filha nascer, mas sim prezando pela nossa saúde e segurança.

Quem vai fazer cesárea deve saber que é uma cirurgia e que existe o pós cirúrgico também. Sabe amigo que protege outro amigo quando trai a mulher ? Uma comparação meio absurda, mas as grávidas (pelo menos as que eu convivi), nunca me disseram “se prepara porque depois vai doer”. Pessoal, para mim o óbvio deve ser dito e escrito se possível… ainda mais quando estamos falando de seres grávidos que vivem em uma bolha durante 9 meses e só conseguem pensar no baby.

Ok, vamos para parte prática, se vc optou ou vai precisar fazer cesárea posso te dizer que no meu caso:

– deu tudo certo, sem complicações com a cirurgia de anestesia (uhuuu!);

– foi “agoniante” (não consigo definir bem a sensação) o momento da anestesia;

– senti muita dor e quando a enfermeira me ajudou a levantar da cama para tomar o 1 banho eu vi estrelas, mesmo estando medicada;

– dizem para não falar muito para evitar gases, inevitavelmente vc vai parecer gravida de 5 meses;

– como não falar com as visitas (rss)? Rir e tossir podem parecer as piores coisas do mundo durante uns 7 dias;

você também não poderá carregar nada mais pesado que o próprio bebê;

– É normal que alguma parte da sua barriga fique meio adormecida. O corte da cesariana afeta alguns nervos. A sensibilidade pode demorar alguns meses para voltar;

– no 2 dia a dor já era uns 10% menor e eu tive esperança que iria dar tudo certo;

– pode ser que seu leite demore um pouco mais para “descer”, prepare-se psicologicamente para isso, porque rola uma frustração de não conseguir amamentar;

– depois de 2 dias na maternidade (que é um local preparado), com barras de proteção no chuveiro e cama alta, quando cheguei em casa rolou uma deprê porque o sofá era baixo, muita dificuldade de sentar e levantar para fazer xixi, eu queria circular dentro de casa e retomar a vida, mas meu corpo pedia mais uns dias de repouso;

– depois de 5 dias da cesárea eu estava ótima em relação a dor e já não precisava de muito analgésico;

– nos primeiros 4 dias vai parecer que vc fez uns 1000000 abdominais;

– eu tinha medo de fazer movimentos bruscos (e nem podia!);

– dirigir só depois de 15 dias;

– minha médica tirou os pontos depois de uns 15 dias e não doeu;

– fiquei usando uma fita de micro poro na cicatriz por mais de 1mês porque eu morria de agonia de ficar sem (eu me sentia desprotegida), foi a minha médica que indicou para proteger e evitar um queloide;

– tinha também uma pomada que eu usava (não lembro o nome, mas o ideal é que o seu médico fazer a prescrição conforme a necessidade).

Alguns links para vocês pesquisarem um pouco mais:

1. Baby Center (a-m-o)

2. Gui do Bebe (curtia dar uma espiada na gravidez)

3. Programa Bem Estar (tbm curto!)

4.  Post focado na cicatriz

5. Higiene no corte

Acho que era isso, espero ter ajudado e se eu lembrar de algum detalhe importante ou se vocês quiserem alguma info extra é só deixar um comentário aqui no blog ok?

Baci X buona settimana! (estou querendo praticar o meu italiano, rsss)

Anúncios

17 Comentários

Arquivado em Gravidez

Rotinas de Beleza – grávidas II

Image

Olá!! Já faz um tempinho que publiquei aqui a I parte do post Rotinas de Beleza para grávidas e fiquei devendo a II parte que é mais relacionada com a estética.  Sendo assim, resolvi dar uma pesquisada e encontrei algumas sugestões e alternativas já que durante a gestação temos que evitar alguns procedimentos e sempre rola uma dúvida do que pode ou não prejudicar o baby ( aiiiii #vidadegravida!). Fique atenta e vale esperar alguns meses para voltar a rotina, afinal a gravidez por conta própria nos transforma em seres lindo e iluminados. Ops! Eu sei que tem gente que se acha horrível na gravidez, outras ficam mega inchadas, mas eu particularmente (rss), me amava gravida e sou do tipo que sempre dá uma espiadinha nas grávidas pela rua porque acho encantador carregar um baby na barriga.

Para esclarecer algumas dúvidas das futuras mamães, o Guia do Bebê (ótimo site para grávidas, mães & pais) realizou pesquisas e consultou alguns especialistas.

Para os temas abaixo foi consultada a fisioterapeuta Dr. Cláudia de Oliveira,   docente da Universidade Santa Cecília, em Santos – SP.

Massagens e drenagens linfáticas

Existem dois tipos de massagens que podem ser feitas em gestantes: Massagem clássica, para relaxamento e drenagem linfática manual.

Ambos estilos só são indicados se realizados por profissionais especializados em obstetrícia.

A massagem clássica possui diversos benefícios para a gestante, melhora a ansiedade, o humor, aumenta a qualidade do sono, diminui dores lombares, as complicações na hora do parto e na recuperação pós-parto.

A drenagem linfática tem como maior objetivo diminuir a retenção de líquidos, normalmente imposta pela gestação. Mas, deve-se tomar cuidado com variações na pressão arterial da mamãe. Para realizar um procedimento seguro para mamãe e bebê, o profissional deve medir a pressão antes de iniciar a massagem.

Para os temas abaixo utilizamos como fontes de pesquisa a ANVISA e os fabricantes dos produtos.

Alisamento de Cabelo

Existe disponível no mercado um produto chamado Equalize, da marca Ponto 9 que promete o alisamento sem os agentes químicos como o formol. Esse produto utiliza a técnica de redução de volume.

Antissépticos Bucais (enxaguante bucal)

Os antissépticos bucais não são contraindicados na gestação.  Mas, estes produtos normalmente são substâncias alcoólicas, por isso não devem ser engolidos, são feitos apenas para o enxágue bucal.

Para o tema abaixo foi consultado o Dr. Ruy Duarte de Almeida, chefe do Departamento de Dermatologia do Hospital Ana Costa de Santos-SP.

Selagem do Cabelo

O uso da selagem térmica é baseado no colágeno, na elastina e aplicado a princípio somente no fio do cabelo, portanto, pelas informações disponíveis, não deve ser absorvido pelo organismo e poderá ser realizado durante a gestação. Porém, como medida de segurança, é aconselhável evitar no primeiro trimestre da gravidez, e ainda observar se os fabricantes dos produtos não advertem sobre riscos do uso na gravidez.

Para o tema abaixo foi consultado o Dr. Jorge Rezende da maternidade da Santa Casa de Misericórdia do Rio do Janeiro.

Profissionais de Beleza (cabeleireiros)

Fica muito difícil medir a exposição de uma profissional a substâncias como amônia e guanidina, mesmo com proteção. Certamente, a inalação dos vapores dos produtos acontece. O melhor a se fazer no caso de cabeleireiras é evitar o contato pelo menos no 1° trimestre da gravidez.

Gostaram? Eu amei essas dicas do site Guia do Bebê , até a próxima… Bjs!!

 

Deixe um comentário

Arquivado em Rotinas de Beleza

Segundo filho

ImageAi, ai… invejinha branca da coragem da mulherada que parte logo para o segundo filho. Digo isso porque acabei de ver a notinha que a Caroline Figueiredo está gravida again!  Eu lembro que sempre via fotinhos dela grávida, até porque foi na mesma época em que eu estava grávida. Agora com uma filhota de 1 ano e 9 meses  ela descobriu o segundo baby. Aí me peguei pensando que eu também já poderia ter encomendado outro, mas assim como da primeira gravidez, acho que vai ter que ser no susto…rsssss

Até parece que não aprendi nada com a chegada da Valentina, antes dela eu fazia planos para ter um bebê no “momento ideal” e agora me pego pensando assim novamente. Ah, mas dá uma preguicinha de começar tudo de novo né? Quero muito que a Valentina tenha um irmão, acho que não é vital, mas é super importante. Ano passado perdi minha mãe e hoje tudo o que eu tenho são meus irmãos. Ok! sei que tem “gente” que vai ler e ter ataques, tenho meu pai, família & amigos, mas os irmãos são as pessoas “da família”mais próximas nesse momento. Vou esperar mais um pouco mesmoooo, acho que ainda não estou preparada para recomeçar e sinceramente a Valentina ainda é muito dependente. Para as mamães que, assim como eu, ainda não tiveram coragem de partir para o segundo baby, vamos aderir a moda da Caroline Figueiredo:

“Foi surpresa total, assim como da primeira vez. Estamos superfelizes.”

Foco no “estamos muito felizes” para garantir a nossa coragem né? Agora, se você já está decidida ou grávida, confere essas dicas que o Guia do Bebê – Uol fez para você, clique aqui.

Que m-e-d-o! Sorte para a Caroline que está lindona. bjs!

2 Comentários

Arquivado em Gravidez, Vida de mãe

Rotinas de Beleza – grávidas

Image

Olá!! Gente a gripe me pegou e estou aqui afundada em xícaras de chá, massss hoje é dia de Rotinas de Beleza e recebemos pedidos para dicas de alternativas de beleza para grávidas. Sendo assim, resolvi dar uma pesquisada e encontrei algumas sugestões e alternativas já que durante a gestação temos que evitar alguns procedimentos e sempre rola uma dúvida do que pode ou não prejudicar o baby ( aiiiii #vidadegravida!). Fique atenta e vale esperar alguns meses para voltar a rotina, afinal a gravidez por conta própria nos transforma em seres lindo e iluminados. Ops! Eu sei que tem gente que se acha horrível na gravidez, outras ficam mega inchadas, mas eu particularmente (rss), me amava gravida e sou do tipo que sempre dá uma espiadinha nas grávidas pela rua porque acho encantador carregar um baby na barriga.

Para esclarecer algumas dúvidas das futuras mamães, o Guia do Bebê (ótimo site para grávidas, mães & pais) realizou pesquisas e consultou alguns especialistas.

Para os temas abaixo foi consultada a Dra. Maria Fernanda Gavazzoni, dermatologista da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro.

 – Descoloração de pelos

Gestantes só podem descolorir os pelos com água oxigenada. O que deve ser levado em conta é que a pele da gestante pode estar mais sensível e esta prática pode causar irritação.

– Bronzeador e protetor solar

Gestantes podem e devem usar filtros solares ou bloqueadores diariamente. Bronzeadores não são indicados para nenhuma pessoa.

É bom lembrar que existe um protetor solar ideal para cada tipo de pele. O mais adequado é que a gestante procure a orientação de um dermatologista para saber qual o produto certo para ela durante a gestação, quando a pele pode sofrer alterações.

– Esmaltes e Acetona

As soluções removedoras de esmaltes que contém concentração máxima de 50% de acetona em sua fórmula e esmaltes podem ser usadas durante a gestação e a amamentação sem problemas.

– Depilação

Não há restrições para depilação com cera, tanto fria quanto quente, e lâminas durante a gestação. Porém, é bom evitar o uso de cremes depilatórios à base de tioglicolato, pois pode haver absorção da substância pela pele.

A depilação a laser é proibida na fase gestacional, mas não há contraindicação na fase da amamentação.

– Cosméticos

Todo produto registrado como cosmético não pode ter restrições para gestantes ou mamães amamentando. Sob o ponto de vista dermatológico, o certo é consultar um especialista para indicar os melhores produtos para cada tipo de pele.

– Cosméticos anti-idade

Está proibido às gestantes o uso de produtos que contenham em sua fórmula ácido retinoico, ácido glicólico e hidroquinona.

– Gel redutor

Apesar de não haver contraindicação na bula, a maioria dos médicos recomenda evitar géis redutores e outros produtos que possam provocar irritação na pele ou calor local, pois podem gerar uma vasodilatação intensa e alterar a pressão arterial da gestante.

– Hidratante e óleos para banhos

Qualquer hidratante usado não pode conter ureia acima de 3%. Os demais hidratantes, em geral, não apresentam problema, mas o ideal é que seja prescrito pelo dermatologista.

– Xampu normal, anticaspas, contra piolhos

Não há problema em usar xampus comuns. Mas, em geral, xampus de tratamento anticaspa ou contra piolhos não são registrados como cosméticos e sim como medicamentos. Em muitos casos, o xampu anticaspa contém uma substância que não deve ser usada na gravidez, o Cetoconazol.

Xampus para tratamento antiparasitários não devem ser usados na gravidez, mas, o médico pode recomendar algum outro tipo de tratamento nesta fase.

– Uso de sabonetes de tratamento no próprio corpo e em animais

Sabonetes e xampus antiparasitários não podem ser usados. Sabonetes antissépticos podem alterar a flora bacteriana normal da pele e não devem ser usados sem receita médica por nenhuma pessoa, principalmente se o uso for prolongado. Em caso de necessidade de uso, a gestante poderá usar sabonete de Clorexidine, mas a concentração será estabelecida pelo médico assistente.

A gestante não deve manipular nenhuma substância antiparasitária (contra pulgas, carrapatos e outros) para tratamento de animais, pois poderá haver absorção do produto através da pele.

– Esfoliantes para pés e mãos 

Contanto que não haja concentração de ureia acima de 3%, cremes, géis e sabonetes esfoliantes podem ser usados sem riscos pela gestante.

– Pintar e alisar os cabelos

Não é permitido tintura, tonalizante ou alisante durante a gravidez, apenas os reflexos com água oxigenada. Na fase de amamentação podem ser usadas as tinturas, tonalizantes e alisantes químicos convencionais, que utilizam tioglicolato de amônia, guanidina e hidróxido de sódio ou lítio.

Escovas progressivas para alisamento dos cabelos que levam formol são proibidas nas fases de gestação e amamentação.

O importante é que os produtos utilizados não contenham resorcina, metais pesados, como o chumbo, ou hidroquinona, componentes normalmente encontrados em alisantes ou tintas de cabelos.

Existem produtos feitos especialmente para futuras mamães, que são livres de agentes nocivos. O importante é consultar sempre o médico antes de utilizar qualquer produto.

– Laser, botox e bronzeamento artificial

Gestantes não podem fazer nenhum tratamento de laser, botox ou bronzeamento artificial.

– Tratamento para micoses

Há algumas substâncias usadas em tratamento para micoses que só o médico pode prescrever. Todos têm certo grau de risco e deve-se pesar o benefício do seu uso e em qual período da gravidez poderá ser utilizado.

– Clareamento dental

Clareamento dental, seja com produtos químicos ou laser, não é recomendado durante a gestação. A gengiva da gestante fica mais sensível, por isso mais propensa a sangramentos, o que pode gerar uma inflamação grave, ou até uma infecção. Geralmente, o que os dentistas fazem nesse período é uma limpeza leve.

– Intervenções cirúrgicas, plásticas ou lipoaspiração

Em hipótese alguma podem ser realizadas. As cirurgias podem ser abortivas e só são efetuadas em casos de extrema urgência.

Gostaram? Eu amei essas dicas do site Guia do Bebê  e na próxima semana publico a segunda parte direcionado para a estética ok? Bjs!

2 Comentários

Arquivado em Rotinas de Beleza