Arquivo da tag: café cremoso

Café cremoso: como fazer

Café cremoso

No post que coloquei aqui hoje de manhã falei, entre relatos a respeito o meu adorado momento de silêncio, sobre como aprendi a fazer café cremoso. Então… eu não tenho um vaporizador de leite, que seria algo como isto daqui:

tn_600_580_5cafe1057

Mas eu tenho uma cafeteria francesa que não uso (porque tenho e gosto da Italiana e da Dolce Gusto) e que comprei em NY de presente para o meu pai por U$10,00, ou seja, não é original. É a cópia da cópia e foi comprada numa loja de quinquilharias. Bom, a Chiara tem a versão de vaporizador de leite mesmo, que é uma leiteirinha que tem um sistema de filtro bem parecido com o da cafeteira francesa. Depois de tomar um café cremoso na casa dela, decidi que também tomaria café cremoso em casa. Eu estava determinada, tipo assim. Tentei deixar o leite cremoso com essa cafeteira francesa que dei de presente para o meu pai (e que roubei de volta quando vi que ele não usava) e deu certo.

howtofrenchpress

 

Em vez de café, use leite, obviamente. Eu esquento o café no microondas mesmo porque tenho preguiça de lidar com o fogão quando acordo. Depois de aquecido, despejo o leite na cafeteira francesa, encaixo a tampa com a peneira que filtra o café e, em vez de fazer como mostra a foto, puxo e empurro a peneira até o leite ficar super cremoso. Voilá!

O bom é que hoje em dia você encontra em qualquer loja essas imitações da cafeteira francesa, então fica mais barato do que investir num vaporizador. Fiz uma breve pesquisa de preço e achei tão caro que fiquei feliz com a minha leiteira tabajara!

Bom fim de domingo, mundo!

Que o café esteja com vocês.

Mel

1 comentário

Arquivado em DIY

Algo que funciona para mim: acordar muito cedo

acordar cedo

Uma coisa que você para de ter, de certa forma, depois do nascimento do bebê, é silêncio. Eu não digo silêncio no sentido de música alta, TV, pessoas conversando, choro, pedidos de colo e tal, digo aquele silêncio interior (ai, olha eu toda mística aqui… haha não, não) que acontece quando você consegue ler as notícias em silêncio, programar o seu dia em silêncio, estudar em silêncio, trabalhar em silêncio absoluto. Esse silêncio, para mim, vem da certeza de que ninguém vai me requisitar. Eu não vou precisar levantar de onde estou para fazer mamadeira para ninguém, trocar fralda, atender telefone, responder alguma pergunta ou qualquer coisa do tipo, esse momento é um em que não sou interrompida. Experimentar essa sensação só é possível, para mim, quando acordo muito cedo. Não adianta eu tentar ter esse momento de silêncio à noite, depois que filha e marido foram dormir, porque estou muito cansada, e esse meu momento não é um para ser vivido com cansaço, e sim com desejo de café, de notícias, de nada, de trabalho ou de estudo. Às vezes acordo às 4h da manhã, às vezes às 6h. A primeira situação geralmente acontece quando a Alis acorda de madrugada para mamar e eu enxergo aí uma possibilidade de ter esse silêncio e aproveito para levantar. Já a segunda situação acontece quando acordo cedo (6h é cedo, né?) e percebo que, se eu levantar, posso aproveitar uma ou duas horinhas de tempo-da-Melina. É nessa hora que preparo o café mais gostoso do mundo e noto que, nesses dias em que separo um tempo maior para mim, mesmo tendo dormido menos, funciono melhor e com mais disposição.

Tendo dito tudo isso, noto também que agora que a Alis está maiorzinha a vida está mais fácil. Consigo conversar com ela e explicar que preciso de um tempo para fazer alguma coisa. Tem horas em que isso funciona, tem horas que NÃO MESMO, mas tem melhorado. Essa é meio que uma dica de beleza interior, então, porque o resultado na cútis ao redor dos olhos não é dos mais bonitos, mas tem suas recompensas! Mesmo porque assim, né, sono a gente recupera em algum momento (só não no primeiro ano de vida dos nenéns, isso não tem jeito mesmo, o negócio nessa época é maternar em modo zumbi mesmo… hehe).

photo (3)

Depois que aprendi a fazer café cremoso, acordar tem uma motivação extra!

Alguém por aí faz o mesmo?

Beijones!

2 Comentários

Arquivado em Vida de mãe