Arquivo da tag: bebês

Maizena para combater as brotoejas

Image

Ontem visitando uma amiga que ganhou bebe surgiu a famosa duvida sobre usar ou não a Maizena para combater as brotoejas. Segundo os mais “antigos” colocar a boa e velha Maizena na água do banho do bebê ou diretamente sobre a pele pode ajudar a resolver o problema. Outro dia a minha faxineira disse que os médicos do posto de saúde indicam a Maizena para substituir o talco que muitas vezes não é acessível para muitas pessoas e também no caso de crianças alérgicas a perfumes e produtos mais concentrados.  Eu sempre recorro a Maizena no verão e realmente ajuda muito! Segundo a minha mãe, se fizer uma pastinha de água e Maizena em um potinho e misturar à água do banho o resultado é ainda melhor. Ontem a Valentina tirou um soneca no carro e mesmo com o a Ac ligado percebi que o pescoço ficou um pouco irritado então recorri a Maizena. Já dei a dica no blog que o talco ajuda a tirar toda a areia da praia que fica grudada no corpinho dos pequenos, mas a Maizena é muito mais barata e você pode deixar um potinho na bolsa da praia ‪#‎ficaadica‬

Image

Para mais informações:

http://drauziovarella.com.br/crianca-2/brotoeja-miliaria/

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentação & Saúde, Produtos para os pequenos

O Doping das Crianças

Gente, vale conferir esse artigo escrito por ELIANE BRUM

O que o aumento do consumo da “droga da obediência”, usada para o tratamento do chamado Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, revela sobre a medicalização da educação?

epoca

Clique na imagem e confira!

Bjs!

 

Deixe um comentário

por | setembro 17, 2013 · 2:00 PM

Férias de julho: brincadeiras para fazer com as crianças dentro de casa

Gente, gente! Que frio é esse?

Tá difícil de circular por ai, vamos combinar que nossa cidade não tem estrutura nenhuma para os dias de frio, só nos resta ficar em casa ou ir ao shopping com os pequenos. Ontem levei a Valentina no #KidsPark  do #iguatemiflorianopolis, mas estava lotado e foi estressante ter que ficar controlando as crianças grandes misturadas com as pequenas. Não deu para relaxar, tive que ficar sempre pertinho dela para evitar um “atropelamento”, Ok! ela adorouuu!! Nós já tínhamos estado lá durante a semana e adoramos! Agora no fim de semana fica evidente a carência de uma área baby. Hoje nós iríamos na Galinha Pintadinha, mas a Valentina acabou vomitando na parte da manhã, depois fomos almoçar no shopping e o xixi passou e ai acabamos vindo para casa dar banho, depois pediu mamadeira e dormiu e agora quem é que me tira de casa com esse tempinho? Nós estamos aproveitando para trabalhar e colocar as coisas em dia e vocês?

Image

Vou passar mais algumas sugestões de brincadeiras indoor ok? Confiram:

Dança das cadeiras

Esta brincadeira é antiga, mas desenvolve a coordenação, o ritmo, a concentração e a agilidade dos pequenos. As crianças correm ao redor das cadeiras e, quando a música termina, tentam sentar. Como sempre falta um lugar, um participante cai fora a cada rodada. Mas você não precisa desmontar a sala ou levar a mobília para o playground. Recorte círculos ou quadrados de cartolina colorida e fixe as figuras no chão com fita crepe.

Eu sou assim

Deite seu filho sobre uma grande folha de papel e risque o contorno do corpo dele. Depois peça que complete a figura – dos 3 aos 6 anos, é um ótimo exercício de reconhecimento do esquema corporal. Dica: deixe um espelho por perto para consultas eventuais. Se a brincadeira for em grupo, misture os desenhos no final e desafie as crianças a identificar quem é quem.

Mosaico de papel

Quem não gosta de picar papel? Com uma tesoura ou as mãos, reduza revistas velhas a quadradinhos de tamanho regular – crianças mais velhas podem se encarregar da tarefa. Ponha o material em potes, forneça folhas de papel e cola branca (fica mais fácil usar com pincel) e deixe que soltem a imaginação formando e preenchendo figuras.

Massinha para os miúdos

Modelar exercita a musculatura das mãos e a coordenação motora fina. Quer uma receita muito fácil e que não representa risco para os pequenos, que põem tudo na boca? Tome nota: numa tigela, junte 1 xícara de sal refinado com a mesma medida de farinha de trigo. Acrescente água aos poucos e vá amassando até que a mistura fique homogênea, sem grudar nas mãos – você pode tingi-la com suco artificial em pó. Dura três dias, se guardada na geladeira em saco plástico.

Experiências na cozinha

Para quem tem filhos pequenos, uma boa ideia é escolher uma receita gostosa e fácil de preparar. Ignore a bagunça, deixe seu filho fazer descobertas e aproveite a diversão do momento para cozinhar a muitas mãos. Dica: prepare bolinho de chuva. Peça para as crianças ajudarem no preparo da massa e você cuida da fritura – sem deixar que se aproximem do fogão, é claro! Você também pode preparar um delicioso chocolate quente. Deu água na boca?

Hora da leitura

Se ler é bom e aprender a ler com prazer é fundamental, encontrar maneiras de se aconchegar para esses momentos é uma delícia! Vocês fazem a escolha: na rede, num monte de almofadas no chão, na cama embaixo do edredom…

Espero que tenham gostado, visite os links abaixo para mais ideias de brincadeira:

1. Dicas da Revista Abril

2. Dicas IG

3.Dicas UOL

Bj!!

1 comentário

Arquivado em Atividades para os pequenos, Desenvolvimento Infantil

É conjuntivite?

Olá! Por aqui são 02h am  e alguém resolveu acordar… acho que ela pode estar incomodada pela conjuntivite :(( Estou aqui no sofá esperando a Valentina colaborar e dormir novamente e vou aproveitando para atualizar o blog porque amanhã só Deus sabe como vai ser o nosso dia. E seu filho já teve conjuntivite?

Image

Mantendo o bom humor

A conjuntivite ocorre quando uma infecção, um alérgeno ou algum outro agente irritante inflamam a membrana transparente que cobre a parte branca do olho e o lado de dentro da pálpebra (chamada conjuntiva). À medida que o sistema imunológico da criança tenta combater a infecção, o olhos dela poderão lacrimejar ou ficar cheios de secreção (cheios de remela).  (Foi assim que percebemos que tinha alguma coisa errada com a Valentina, depois de 1 minuto que limpávamos o olho dela a secreção verdinha se formava rapidamente no cantinho do olho).

Caso seu recém-nascido pareça estar com conjuntivite, fale com o médico o quanto antes, já que isso pode ser uma infecção séria para uma criança nesta fase. O tratamento vai depender do tipo de conjuntivite que o bebê tem, coisa que só o médico é capaz de identificar. A doença é muito incômoda, mas em poucos casos é grave. Lembre-se: A água boricada, que era usada antigamente nos olhos, não é mais indicada pelos médicos, devido ao risco de intoxicação. O ácido bórico pode ser absorvido e causar lesões. Use soro fisiológico ou água filtrada para compressas e para limpar as secreções.

Conjuntivite viral

A conjuntivite viral geralmente passa sozinha em, mais ou menos, uma semana. O pediatra vai recomendar que você mantenha a área limpa passando uma gaze com água filtrada, água mineral ou soro fisiológico (uma gaze em cada olho, se os dois estiveram infectados). Se a conjuntivite não der sinal de melhora em uma semana, volte a falar com o médico.

Conjuntivite bacteriana

Se for uma infecção bacteriana, o médico vai receitar um colírio antibiótico para pingar nos olhos do bebê. Ao aplicar, tente mirar no canto do olho quando seu filho fechar os olhos. Quando ele os abrir, o remédio vai acabar escorrendo para dentro. ( a conjuntivite da Valentina é bacteriana e por aqui vamos aplicando o colírio de 3/3 horas e é uma negociação to tipo: uma gotinha e a mamãe te dá uma bala #vidademãe!!!)

Lave bem as mãos antes e depois de cuidar dos olhos do bebê e nunca use o mesmo remédio que já tinha em casa. Medicamentos antigos provavelmente não são mais estéreis e podem piorar a infecção. Será preciso comprar um colírio novo. (nós compramos e como é um colírio antibiótico vc vai precisar de receita médica)

Use gaze e água filtrada ou mineral, ou ainda soro fisiológico, para limpar as casquinhas que se formam em volta do olho do bebê. Não use água boricada, que não é mais indicada pelos médicos para esse tipo de tratamento.

É verdade que conjuntivite pega fácil?

Sim. Tanto a forma viral quanto a bacteriana são extremamente contagiosas. Para impedir que a doença se espalhe pela casa, lave as mãos sempre que terminar de cuidar dos olhos do bebê e mantenha as toalhas, roupas e roupa de cama dele separadas das do resto da família, além de lavá-las com frequência. Seu filho também não vai poder frequentar a escolinha ou a creche enquanto estiver com conjuntivite. (lá, lá, lá… nessas horas vc odeia a escolinha porque sabe que muito provavelmente foi lá que ele pegou a “pereba”, mas também valoriza cada centavo que paga porque ficar o dia todoo com os pequenos não é fácil)

Para mais informações indico o BabyCenter

3 Comentários

Arquivado em Alimentação & Saúde, Vida de mãe

Férias para a mamãe

Férias para a mamãe

Ai, ai, ai… esse tipo de post sempre acaba dando um nó na garganta e uma dúvida do que deve, ou não,  ser compartilhado. Bem, blog é blog!

Estamos aqui para compartilhar experiências íntimas e particulares com o simples  objetivo de ajudar.

Eu passei por isso, você pode passar por isso, sua vizinha pode ter um problema parecido, ou simplesmente você pode dar mais valor para detalhes que fazem a diferença no seu dia-a-dia.

Ok, acho que esse post está um pouco confuso! Muitas ideias para compartilhar com vocês e não estou conseguindo manter o foco, rsss.

Eu sou aquele tipo de pessoa que não tem muita paciência,  vejo  primeiros os pontos negativos e depois os positivos, sou crítica e acho que, de certa forma, isso é positivo. Quando me “tornei” mãe, naturalmente minha paciência aumentou muitoo e com a Valentina sou infinitamente mais tolerante, mas tem dias que me sinto exausta com a rotina, fraldas, roupas para lavar, casa, marido,   etc, etc….

Tem dias que a Valentina fica super independente brincando com as coisinhas dela, mas às vezes ela quer ficar agarrada no meu colo o tempo todo e eu não consigo fazer absolutamente nada. Olha, já tentei conversar, brigar, brincar, observar porque ela fica assim. Acho que quando ela não dorme bem e já acorda com sono é o ponto critico, ela quer ficar deitada vendo desenho e eu tenho que estar agarrada com ela. Seu filho tem “cheirinho”amigo do berço, fraldinha ou algo que ele não larga? A minha filha tem e Eu, ou melhor, a minha mão, é o equivalente a essas coisinhas que a criança adota como “porto seguro”.

“Você anda intrigada com o fato de seu filho resmungar toda vez que você precisa lavar aquele coelho de pano pra lá de sujo de tanto ser arrastado pela casa, pelo parque e ir para o berço? É, de fato esses paninhos são objetos muito queridos para as crianças nessa faixa etária. Significa inconscientemente o seio da mãe. Com ele a criança se sente mais segura e tranquila, como se fosse um aconchego. Recebem até um nome pomposo: objeto transacional ou de transição. Por isso, não há motivos para tirá-lo. Não agora! Mas, se toda vez que o coelho vai para a lava-roupa e depois para o varal, seu filho não gosta e abra um berreiro muito grande, o jeito é chamá-lo para ajudar a lavar o trapinho e participar da limpeza. Se for o caso de substituí-lo, faça-o lentamente. Ou seja, deixe o paninho antigo com o novo. As chances de, com o tempo, ele transferir para o novo o que o outro representa pode ser grande, porque para a maioria das crianças o importante é o cheiro, que lhe é familiar. Só que essa tática nem sempre dá certo. E então resta à família sentar e espera a fase passar. Aos poucos, a criança troca o pano por outros objetos do coração, como um brinquedo. Incentivá-lo com outras brincadeiras pode ajudar a esquecer o coelho maltrapilho mais cedo. O ideal é que a criança abandone a idéia de ter um paninho até os 5 anos. Depois dessa idade, os interesses são outros como, por exemplo, o início da alfabetização. Se o pano persiste em fazer parte do cotidiano infantil, então uma conversa com um profissional sobre a continuidade dessa mania deve ser considerada. Já imaginou arrastar um mesmo paninho ou coelhinho por cinco anos seguidos? Só mesmo o Linus, das tirinhas do Snoopy.” (http://revistacrescer.globo.com/)

Nas últimas semanas eu estava me sentindo cansada, dormindo pouco, muitas ideias na cabeça e com vontade e coragem de viajar sem a pequena. Na segunda-feira, dia 01/07, foi meu aniver de 30 anos e resolvi aproveitar a ocasião. Passagens compradas, a Dinda pronta para ficar com Valentina por 4 dias, malas prontas e lá fomos nós… :)

Image

É preciso ter coragem, acho que não só para deixar o baby, mas para se permitir relaxar sem peso na consciência. Olha que eu passei dois meses viajando com a Valentina no final do ano passado (em breve um post/ viajando com crianças na Europa/Passaporte x documentos/ o que levar?), mas não foi fácil.

Poxa…as mães também são filhas de Deus!!

Durante a viagem, brincadeiras do meu marido porque eu iria virar uma “trintona” à parte , ele  olhou para mim e disse: “quanta coisa aconteceu na tua última década, hein?” E foi aí que eu parei para pensar….

Nesses últimos dez anos eu conheci meu marido, ganhei uma sobrinha linda, me formei, morei em NY por 2 anos, casei, fiz amigas para uma vida inteira, fiz MBA, conheci lugares fantásticos, tenho meu apê, ganhei um anjo chamado Valentina, perdi um anjo chamado mãe, me tornei mais frágil, mais tolerante, hoje eu tenho 30 anos, hoje eu sei dizer não, hoje eu tenho mais paciência, hoje eu tenho mais compaixão, hoje dou mais valor para enfermeiros, hoje penso duas vezes antes de ter um ataque de nervos, hoje eu amo mais, hoje eu tenho planos simples e ambiciosos, hoje eu quero ter outro filho, hoje eu amo esse blog, hoje eu tenho dúvidas e muitas certezas, hoje eu escolho as pessoas que fazem a diferença na minha vida, hoje dou valor para pessoas que tem atenção uma com as outras, hoje eu tomo chá, hoje eu tenho saudade de quem partiu, hoje eu tenho compaixão com os que sofrem, hoje eu julgo menos, hoje eu amo cebola, hoje eu sou mais eu!

Ufa! #momentoterapia

Retomando o post: Férias para as mamães

Queria compartilhar que foi ótimo sair da rotina, a Valentina ficou ótima com os Dindos (OK, eles são D+!), aproveitei a viagem para fazer refeições na santa paz (rss), compras com calma, fui a restaurantes e lugares deliciosos sem correr de uma lado para outro, não troquei fraldas, tomei banhos demorados, sai na night com o maridex e  na volta o nosso reencontro com a Valentina foi mega emocionante!

Dicas pessoais x banais :

  • Optei por não conversar com ela por Skype ou por outro meio de comunicação porque às vezes quando ela me vê acaba entrando em crise; :(
  •  Deixei a carteira do plano de saúde para possíveis problemas e o telefone do pediatra;
  • Fiz uma caixa com os brinquedos preferidos;
  • Optei por deixá-la com os Dindos porque ela está mega acostumada com eles e com a casa deles também;
  • Olhei a previsão do tempo para Floripa e fiz uma malinha com muitas roupas porque ela está em uma fase que usou x lavou.

Já estou começando a sonhar com a minha próxima escapada :) Se você pode viajar, siga em frente, eles sobrevivem sem nós (mãe x pais), se a grana está curta mude o planos, tire um dia, uma tarde, um final de semana para você e aproveite para fazer algo bacana,  coisas simples são capazes de recuperar nossa energia.

Sugestões:

  • Um dia de beleza;
  • Uma boa massagem;
  • Uma pousada na Ferrugem, Guarda ou Garopaba;
  • Uma Night com direito a dormir até tarde;
  • Uma jantinha em um lugar bacana.

Cuidem-se mamães… precisamos estar “inteiras” para cuidar dos nossos filhotes, bjs!!

Deixe um comentário

Arquivado em Vida de mãe

Atividades com Crianças

Inverno é aquela coisa, né? Frio, chuva, preguiça de sair de casa e tal, mas quando se tem um serzinho de menos de um metro de altura em casa com energia estocada até o ultimo fio de cabelo, é preciso criatividade. O que segue abaixo são ideias e links de ideias de atividades com kids, atividades divertidas tanto pros pais quanto pros filhos, olha só…

1. O básico do básico: Amarelinha

Image

 

2. Artes com canudos de papel higiênico

Image

Link AQUI.

 

3. Cidade de caixa de papelão

Image

Link AQUI.

 

4. Cartões personalizáveis

Image

Link AQUI.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Gravidez, Produtos para os pequenos, Vida de mãe

Agenda 27/06 – 03/07

Olá,

Decidimos que todas as quintas-feiras publicaremos uma agenda semanal. Estaremos linkando os principais eventos para os pequenos. Faremos uma pesquisa e reuniremos aqui no blog as melhores opções para vocês. Lembrando que aceitamos sua sugestão também :) caso vocês saibam de algum evento é só enviar uma msg para nós e incluiremos na nossa agenda.

————————————————————————————————————————————————–

Agenda

Nada melhor que levar os pequenos para passear no final de semana, um passeio no Horto florestal, Av. Beira Mar, Lagoa da Conceição, Sambaqui, Parque de Coqueiros.

Temos uma variedade de lugares ao ar livre para passear com a crianças, mas vamos combinar que falta um pouco de estrutura né? Por exemplo, banheiros com trocador de fralda, estacionamento preferencial para gestantes e babies, aluguel de bicicletas com cadeirinha para criança, ciclovias. ( Lembre-se de checar a previsão do tempo: clique aqui ).

LogoAgenda

Clique e confira tudo o que vai rolar para os pequenos: agenda infantil

Alguma atividades também nos shoppings da cidade, clique e confira:

Deixe um comentário

Arquivado em Agenda