Arquivo da tag: baby

Da série “coisas que não me pertencem mais”

Da série “coisas que não me pertencem mais”

Tipo arrumar as malas e viajar sem preocupação.

Anúncios

Deixe um comentário

por | novembro 26, 2013 · 9:35 AM

Mala da Maternidade – Bebê & Mamãe

mala maternidadeHello Casal Grávido!!

Esse post é para os papais, irmãs, mães e qualquer pessoa que em um momento de apuro coloque a mão na massa, ou melhor, na mala (momento de emoção quando achei a minha lista da mala da maternidade limpando a caixa de emails). Bem, dizem que se conselho fosse bom poderia ser vendido né? Massss, acho que algumas dicas de quem já passou (com muita frescura), por essa situação pode ajudar.

Digo muito frescura porque sou da turma do fru fru sabe? Vou explicar, quando fiquei grávida já sonhava com quartos mimosos, lembrancinhas da maternidade de revista, malinha e bolsa rosa bebê, lacinhos e mais lacinhos e muitos sapatinhos. Muitos mesmo, nossa tenho até vergonha, olha só:

DSC03618Eu ficava de olho em todas as novidades (até hj sou assim), e mesmo tendo consciência de que minhas escolhas poderiam não ser praticas eu assumia o risco.  Mas se eu estivesse grávida hoje tenho 100% de certeza de que seria muito mais relax e abandonaria muitos “protocolos” e “modinhas” que foram criadas com a chegada do Baby (#prontofalei). Ok, vamos as dicas úteis e praticas, segue a minha lista e algumas observações:

Malinha do Bebê

– 4 macacões com abotoamento frontal (Hum,, tem muitos bodies de botão fofos, mas aqueles com zíper são muito práticos sabia? principalmente quando o baby acabou de nascer e você deverá trocar uma media de 8 fraldas por dia, não esqueça de fazer as contas da data provável do parto para adequar o enxoval a estação do ano);

Esses da Carter’s são ótimos, com estampas divertidas e práticos!

-04 conjuntos de pagões ou body (para colocar em baixo dos bodies, opte por tecido de algodão porque nesse período a pele do baby é muito sensível);

Oh, que saudade! Tudo muito organizado.. rssss (hj em dia é uma bagunça porque a mocinha de 85cm adora abrir e revirar as gavetas :)

Oh, que saudade! Tudo muito organizado.. rssss (hj em dia é uma bagunça porque a mocinha de 85cm adora abrir e revirar as gavetas :)

-04 calças com pezinho (mijão / culote) (ótimo porque meia e sapatinhos não param no pezinho dos babies);

-04 pares de meia (não acho muito necesário se vc comprar as calças com pezinho);

-01 manta leve / 1 manta quente / 2 cueiros (Sim, você vai precisar muito dessas mantinhas para forrar o bercinho da maternidade e enrolar o bebe como um charutinho, Ah! Já ensinamos isso aqui);

-01 cobertor de algodão (no inverno, minha filha nasceu em outubro e eu usei! Olha que fofura no berço da maternidade:

Oh!

Oh!

-02 casaquinhos / 2 sapatinhos (talvez para sair da maternidade);

-01 pacote de fralda (Usei RN, minha filha nasceu com 3.150kg e 47cm);

-kit banho a critério (eles normalmente fornecem na maternidade, mas eu levei umas miniaturas da J&J que  até hj ficam na bolsa da escolinha);

-04 fraldas de boca (são super úteis para proteger o body e pescoço do baby no momento da amamentação, aff.. acabei de lembrar do cheiro do leite materno que fica impregnado na sua vida durante meses);

-Essa dica pode não ser muito aceita, mas da próxima vez vou levar bico ( meu marido saiu na madruga para comprar no 2 dia, a Valentina chorava de fome provavelmente e nada do leitinho descer);

-Outra dica que pode causar “pavor”, mas para o próximo baby vou levar uma mamadeira e leite especial para possíveis emergências;

-enfeite da maternidade (eu levei um quadrinho que mandei fazer para o quarto da V. e aproveitei para pendurar na porta) Olha que fofo:

By Rita Lemos - Fpolis/SC

By Rita Lemos – Fpolis/SC

-lembrancinhas (a tia do meu marido faz coisas lindas e me deu de presente as lembrancinhas, eu a-d-o-r-e-i! )

Tinha cheirinho de perfume de bebê

Tinha cheirinho de perfume de bebê

-brinco (não levei e decidi furar só depois de 1mês para evitar possíveis infecções, pode parecer exagero, mas com um micro baby todo cuidado é pouco);

-lacinhos para cabelo….Ehhh, levei e a V. nasceu mega cabeluda, olha a prova:

Momento "para todas as outras coisas existe Mastercard"

Momento “para todas as outras coisas existe Mastercard”

-almofada amamentação (não levei, mas pode ser que ajude).

Malinha da Mamãe

-04 camisolas/ pijamas, com abertura frontal para facilitar a mamada. (Sim, levei e na maior parte do tempo usei um roupão);

-01Roupão (muito prático e útil);

-03 Sutiãs de amamentação de algodão (evite rendas e costuras internas, levei somente 2)

-06 calcinhas (nem lembro quantas eu levei, mas como rola um sangramento básico vale a pena levar umas extras sim e não esqueça que mesmo após o parto você terá aquela barriga básica de 6 meses, assim eu recomendo modelos confortáveis que sustentem a barriga e caso vc faça cesárea evite calcinhas apertadas que façam atrito na cicatriz);

-protetor de seio (levei, mas como o leite demorou para descer não usei muito);

-chinelos (sim!!)

-uma roupa solta e confortável para retornar para casa (principalmente confortável e que comporte a barriga pós parto);

-artigos para higiene pessoal (absorvente, Creme dental, shampoo, sabonete, etc)

-Levei um arco bonitinho para usar, corretivo para as olheiras e blush (super recomendo!);

-Maquina Fotográfica (simmmm!)

-Celular/ pc/ carregadores

-Documentos solicitados na maternidade/ carteira do convenio

Recomendo deixar a mala pronta com 32 semanas, a minha ficou em cima da cômoda no quartinho da V. e eu ficava rodeando e mudando algumas escolhas de roupinhas. Ah, deixei as roupas separadas em saquinhos para facilitar a vida das enfermeiras e do marido.

Fotinho do google porque na época não fotografei :(

Fotinho do google porque na época não fotografei :(

Hum… se fosse hoje eu não ficaria me preocupando em comprar uma malinha especial e muito menos rosa bebê, usaria uma mala de mão ou uma bolsa mesmo. Normalmente as malinhas de maternidade não tem rodinha e aí você acaba não aproveitando nas viagens, além disso as cores claras sujam muito!

Olha a minha escolha da Masterbag:

DSC03633

Hoje ( se eu tivesse que comprar) optaria por algo assim :

mala-maternidade-mae

uma vez fru fru x sempre fru fru

Se você acha que faltou algo nessa lista deixe um comentário, assim ajudamos nossas leitoras ok? Bjs!!

2 Comentários

Arquivado em Gravidez

O Doping das Crianças

Gente, vale conferir esse artigo escrito por ELIANE BRUM

O que o aumento do consumo da “droga da obediência”, usada para o tratamento do chamado Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, revela sobre a medicalização da educação?

epoca

Clique na imagem e confira!

Bjs!

 

Deixe um comentário

por | setembro 17, 2013 · 2:00 PM

Escovação dos dentes

Hoje o site Roteiro Baby Floripa postou um texto bem legal sobre a importância da escovação dos dentes dos pequenos e eu, como sou super adepta da escovação e levei a Alis para uma visita a dentista ainda antes que ela completasse um ano de idade, comentei no post linkando um vídeo que mostro pra Alis desde que ela começou a se interessar por imagens. Nesse vídeo os personagens da série Bear in the Big Blue House escovam os dentes enquanto cantam uma música-chiclete, que (na minha opinião) foi feita especialmente para os pais poderem usá-la como artifício na hora de convencer os pequenos a escovarem os dentes, olha só:

A Alis sempre fala chaca, chaca, chaca na hora de escovar os dentes por causa desse programa hehe Adouro!

Beijo!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Alimentação: algumas ideias

Ideias para a cozinha

Cozinhar pode não ser o meu forte, mas eu me esforço bastante. Faço estrogonofe flambado, bolos gostosos, feijão, hambúrguer caseiro e tals, e nada fica com gosto de comida de chef, mas a minha filha gosta (e eu também). Aliás, ela gosta tanto que às vezes se recusa a comer fora de casa. Na escolinha ela até come de vez em quando, mas em restaurantes ela é mais de lua. Mas eu nem parei por aqui para falar disso, mas para mostrar algumas das coisas que eu faço para dar uma ideia para as pessoas que têm mini-humanos queridos para alimentar em casa, olha só (as fotos estão pequenas, mas para visualizá-las em tamanho maior é só clicar nelas):

Waffle

Waffle

Eu acho o Waffle uma ótima forma de começar um dia de fim de semana. A receita é super simples (eu uso esta daqui) e geralmente faço duas medidas porque o povo aqui é bom de garfo. A Alis se delicia, come bem e come sozinha, o que é sempre um alívio hehe. Passamos mel, mapple syrup, requeijão e manteiga em cima do Waffle, fica uma maravilha!

Arroz com misturinhas

MaisquemAES1

Gosto de misturar outros ingredientes ao arroz porque fico com a sensação de que a Alis está “comendo saudável”. Neste caso usei abobrinha e brócolis, que servi com um peixe que faço na frigideira (sem gordura) com tomate picado e molho de tomate. Ao arroz também misturo cenoura e espinafre. Adoro essa misturinha em todas as versões e a Alis curte tanto que às vezes come só isso amarradona. 

Hambúrguer caseiro

Hambúrguer

Antes de me aventurar a fazer hambúrgueres caseiros eu tinha uma ideia de que era algo complexo de se preparar, mas comprei um livro de receitas (este aqui) e vi uma muito fácil. Desde então faço sempre e amo de paixão. Faço na frigideira de vez em quando, mas na maior parte das vezes preparo os hambúrgueres no forno. Na foto acima usei uma cebola picada em pedaços beeem pequenos, dois pepinos bem picados também, um ovo, temperinho de cebola, alho e verdinhos comprado em uma dessas casas de produtos naturais; e uma colher de sobremesa de tempero completo para carnes. Depois disso, misturo a carne moída e congelo cada hambúrguer individualmente em papel laminado. Sirvo em formato de cheeseburger pra mim e pro Verde e com arroz misturadinho para a Alis!

{Não coloquei a foto com a carne misturada aos ingredientes porque sei que algumas pessoas não gostam do visual da carne crua.}

Ingredientes que amo de paixão e tenho sempre em casa (lista bem básica, mas com ela faço várias combinações):

– Cebola (dãr, óbvio!) e tomate

– Brócolis

– Abobrinha

– Abóbora (amo!)

– Batata

– Cenoura

– Chuchu (nem gosto muito, mas acho que, como é verdura, deve servir para algo bom no meio da comida hehehe)

PS: acho um saco descascar a abóbora e cortá-la em pedaços, então geralmente compro uma abóbora grande, descasco, pico, uso um pouco na receita que estou fazendo e congelo o resto, assim não fico com preguiça de usar esse alimento em outros momentos.

Em termos de ideias, pego várias daqui (e nunca sigo as receitas à risca, só uso a referência como inspiração mesmo): Family Fresh Meals.

1 comentário

Arquivado em Alimentação & Saúde

Amamentação e Tecnologia: o Casamento Perfeito

Image

Amamentação é uma coisa que toma um tempo. Cada mamada, e isso varia de baby pra baby, pode durar de dez a quarenta minutos. A Alis, é claro, era do tipo que mamava quarenta minutos. Eu amamentei a Alis até ela completar 11 meses e acho que teria até estendido um pouco a amamentação se eu tivesse tido bastante leite, mas sempre, desde que a Alis nasceu, complementei com fórmula porque a guria era gulosa que só ela. Mas eu passei um bom tempo amamentando nos primeiros 4 meses. Eu deixava a Alis mamar no esquema “livre demanda”, mas sempre que eu queria ou precisava fazer alguma coisa longe dela, fora de casa, não pensava duas vezes antes de dar uma mamadeira. Esse esquema foi ótimo pra mim e, por conseguinte, ótimo pra ela porque eu ficava mais feliz por poder fazer as minhas coisas. Bom, mas a Alis sempre acordou de madrugada para mamar, às vezes duas vezes por noite. Era punk. Eu vivia cansada e mal-dormida, mas algumas coisas me ajudavam MUITO, e essas coisas eram os meus eletrônicos que estavam sempre por perto.

Tablet + Notebook + Netflix

Assinei o Netflix pra assistir a filmes no tablet e no notebook enquanto amamentava. Foi ÓTIMO. Assisti a vários filmes na calada da noite e durante o dia. O mais engraçado é que eu assistia a filmes de um jeito picado, no esquema “de trinta a quarenta minutos por vez”. Não acho a seleção de filmes do Netflix algo emocionante, mas encontrei umas pérolas, valeu. Outra coisa que eu fazia no tablet era checar o Google Reader (que, infelizmente, foi assassinado pelo Google e não existe mais —> agora uso o Bloglovin) e o Facebook. Básico. Eu me atualizava, me divertia e ficava com a sensação de estar usando bem o tempo em que amamentava.

Kindle Reader

Image

Comprei o meu Kindle da Amazon com uma capinha que vem com luz externa, então pude ler também na calada na noite. Li três livros em 4 meses, mas devo confessar: foram só leituras leves, não encarei nada muito complexo porque eu estava sempre com muito sono e queria algo que me alegrasse e me transportasse para um mundo onde as pessoas têm dinheiro sem trabalhar, onde conflitos são resolvidos sem grandes stress e onde todos são interessantes e divertidos. Pronto, deu pra entender que só rolou chick lit, né? É, foi isso mesmo. Novela da Globo (coisa que não assisto desde que passou “Que Rei Sou Eu?”) transformada em literatura de segunda. Pronto, contei. hehe

Smartphone

Eis que quando a Alis tinha uns dois meses comprei um iPhone. Foi bom, viu? Me empolguei com o Instagram e com o aplicativo do Twitter, mas foi principalmente isso. Acabei usando mais o Tablet e o Kindle por achar essas duas opções mais produtivas. Mais tarde, depois que a Alis completou uns 6 meses, meio que aposentei o tablet e o kindle nas mamadas porque ela se distraía muito com a luz desses dois aparelhos.

Realmente espero que esse post ajude as futuras mães a sentirem super produtivas durante o período de amamentação! O meu método foi meio que de tentativa e erro, mas encontrei coisas que funcionaram para mim. Bons estudos, mamacitas!

1 comentário

Arquivado em Alimentação & Saúde, Vida de mãe

12 motivos por que o bebê chora tanto

“Chorar é o único jeito que o bebê tem de comunicar essas necessidades. No começo, pode ser desesperador tentar descobrir exatamente qual necessidade é essa: ele está com fome? Com frio? Com sede? Com tédio? Quer colo? Com o tempo, porém, você vai começar a distinguir um pouco melhor cada choro do bebê.
À medida que vão crescendo, os bebês aprendem outros meios de se comunicar conosco. Aperfeiçoam o contato visual, fazem barulhinhos e até sorriem.” babycenter

Deixe um comentário

por | julho 16, 2013 · 3:24 AM