Arquivo da tag: baby center

Mala da Maternidade – Bebê & Mamãe

mala maternidadeHello Casal Grávido!!

Esse post é para os papais, irmãs, mães e qualquer pessoa que em um momento de apuro coloque a mão na massa, ou melhor, na mala (momento de emoção quando achei a minha lista da mala da maternidade limpando a caixa de emails). Bem, dizem que se conselho fosse bom poderia ser vendido né? Massss, acho que algumas dicas de quem já passou (com muita frescura), por essa situação pode ajudar.

Digo muito frescura porque sou da turma do fru fru sabe? Vou explicar, quando fiquei grávida já sonhava com quartos mimosos, lembrancinhas da maternidade de revista, malinha e bolsa rosa bebê, lacinhos e mais lacinhos e muitos sapatinhos. Muitos mesmo, nossa tenho até vergonha, olha só:

DSC03618Eu ficava de olho em todas as novidades (até hj sou assim), e mesmo tendo consciência de que minhas escolhas poderiam não ser praticas eu assumia o risco.  Mas se eu estivesse grávida hoje tenho 100% de certeza de que seria muito mais relax e abandonaria muitos “protocolos” e “modinhas” que foram criadas com a chegada do Baby (#prontofalei). Ok, vamos as dicas úteis e praticas, segue a minha lista e algumas observações:

Malinha do Bebê

– 4 macacões com abotoamento frontal (Hum,, tem muitos bodies de botão fofos, mas aqueles com zíper são muito práticos sabia? principalmente quando o baby acabou de nascer e você deverá trocar uma media de 8 fraldas por dia, não esqueça de fazer as contas da data provável do parto para adequar o enxoval a estação do ano);

Esses da Carter’s são ótimos, com estampas divertidas e práticos!

-04 conjuntos de pagões ou body (para colocar em baixo dos bodies, opte por tecido de algodão porque nesse período a pele do baby é muito sensível);

Oh, que saudade! Tudo muito organizado.. rssss (hj em dia é uma bagunça porque a mocinha de 85cm adora abrir e revirar as gavetas :)

Oh, que saudade! Tudo muito organizado.. rssss (hj em dia é uma bagunça porque a mocinha de 85cm adora abrir e revirar as gavetas :)

-04 calças com pezinho (mijão / culote) (ótimo porque meia e sapatinhos não param no pezinho dos babies);

-04 pares de meia (não acho muito necesário se vc comprar as calças com pezinho);

-01 manta leve / 1 manta quente / 2 cueiros (Sim, você vai precisar muito dessas mantinhas para forrar o bercinho da maternidade e enrolar o bebe como um charutinho, Ah! Já ensinamos isso aqui);

-01 cobertor de algodão (no inverno, minha filha nasceu em outubro e eu usei! Olha que fofura no berço da maternidade:

Oh!

Oh!

-02 casaquinhos / 2 sapatinhos (talvez para sair da maternidade);

-01 pacote de fralda (Usei RN, minha filha nasceu com 3.150kg e 47cm);

-kit banho a critério (eles normalmente fornecem na maternidade, mas eu levei umas miniaturas da J&J que  até hj ficam na bolsa da escolinha);

-04 fraldas de boca (são super úteis para proteger o body e pescoço do baby no momento da amamentação, aff.. acabei de lembrar do cheiro do leite materno que fica impregnado na sua vida durante meses);

-Essa dica pode não ser muito aceita, mas da próxima vez vou levar bico ( meu marido saiu na madruga para comprar no 2 dia, a Valentina chorava de fome provavelmente e nada do leitinho descer);

-Outra dica que pode causar “pavor”, mas para o próximo baby vou levar uma mamadeira e leite especial para possíveis emergências;

-enfeite da maternidade (eu levei um quadrinho que mandei fazer para o quarto da V. e aproveitei para pendurar na porta) Olha que fofo:

By Rita Lemos - Fpolis/SC

By Rita Lemos – Fpolis/SC

-lembrancinhas (a tia do meu marido faz coisas lindas e me deu de presente as lembrancinhas, eu a-d-o-r-e-i! )

Tinha cheirinho de perfume de bebê

Tinha cheirinho de perfume de bebê

-brinco (não levei e decidi furar só depois de 1mês para evitar possíveis infecções, pode parecer exagero, mas com um micro baby todo cuidado é pouco);

-lacinhos para cabelo….Ehhh, levei e a V. nasceu mega cabeluda, olha a prova:

Momento "para todas as outras coisas existe Mastercard"

Momento “para todas as outras coisas existe Mastercard”

-almofada amamentação (não levei, mas pode ser que ajude).

Malinha da Mamãe

-04 camisolas/ pijamas, com abertura frontal para facilitar a mamada. (Sim, levei e na maior parte do tempo usei um roupão);

-01Roupão (muito prático e útil);

-03 Sutiãs de amamentação de algodão (evite rendas e costuras internas, levei somente 2)

-06 calcinhas (nem lembro quantas eu levei, mas como rola um sangramento básico vale a pena levar umas extras sim e não esqueça que mesmo após o parto você terá aquela barriga básica de 6 meses, assim eu recomendo modelos confortáveis que sustentem a barriga e caso vc faça cesárea evite calcinhas apertadas que façam atrito na cicatriz);

-protetor de seio (levei, mas como o leite demorou para descer não usei muito);

-chinelos (sim!!)

-uma roupa solta e confortável para retornar para casa (principalmente confortável e que comporte a barriga pós parto);

-artigos para higiene pessoal (absorvente, Creme dental, shampoo, sabonete, etc)

-Levei um arco bonitinho para usar, corretivo para as olheiras e blush (super recomendo!);

-Maquina Fotográfica (simmmm!)

-Celular/ pc/ carregadores

-Documentos solicitados na maternidade/ carteira do convenio

Recomendo deixar a mala pronta com 32 semanas, a minha ficou em cima da cômoda no quartinho da V. e eu ficava rodeando e mudando algumas escolhas de roupinhas. Ah, deixei as roupas separadas em saquinhos para facilitar a vida das enfermeiras e do marido.

Fotinho do google porque na época não fotografei :(

Fotinho do google porque na época não fotografei :(

Hum… se fosse hoje eu não ficaria me preocupando em comprar uma malinha especial e muito menos rosa bebê, usaria uma mala de mão ou uma bolsa mesmo. Normalmente as malinhas de maternidade não tem rodinha e aí você acaba não aproveitando nas viagens, além disso as cores claras sujam muito!

Olha a minha escolha da Masterbag:

DSC03633

Hoje ( se eu tivesse que comprar) optaria por algo assim :

mala-maternidade-mae

uma vez fru fru x sempre fru fru

Se você acha que faltou algo nessa lista deixe um comentário, assim ajudamos nossas leitoras ok? Bjs!!

2 Comentários

Arquivado em Gravidez

Cinta no pós – parto

Oie,  ontem falei aqui sobre a minha escolha do parto  (Olha, esse post deu o que falar.. quem não leu clica aqui e confere rapidinho. Ah! não deixe de ler os comentários de nossas leitoras e as minhas respostas que em breve vai virar outro post…rsss) e enquanto escrevia fui lembrando de tudo o que envolve esse momento. Abri um arquivo e fiz uma listinha de posts para colocar aqui no blog para vocês.

Hoje meu assunto do dia é a o uso da cinta pós-parto. Não faz muito tempo que a Mel publicou aqui um post falando sobre a repercussão da barriga da Kate. O fato é que depois do parto vai parecer que você continua gravida de uns 6 meses. Que fase essa né? Um dia uma vizinha me perguntou “ainda não nasceu” e a Valentina tinha nascido fazia uns 10 dias, afff!! Dá vontade de sumir, mesmo sabendo que é super normal. Outra “regra” que percebi é que se antes do parto você estava com a malhação em dia a sua barriga vai ficar bem parecida ou igual como era antes (claro que depois de alguns meses), mas se você, assim como eu, estava acima do peso p-r-e-p-a-r-a a cinta porque o prejuízo é grande.

O formato da barriga pode mudar um pouco também no caso de cesariana, já que os músculos são cortados e recosturados.  Respire fundo. Demora um pouco para o corpo — principalmente a barriga — se recuperar totalmente da gravidez. Imagine que sua barriga era um balão, que foi enchendo conforme o bebê crescia. Quando ele nasceu, o balão não estourou de uma vez — o “ar” vai saindo de mansinho.
Assim que o bebê nasce, hormônios começam a atuar sobre o útero para que ele volte ao tamanho que era antes. Isso demora mais ou menos um mês para acontecer. Além disso, todas as células do corpo que tinham inchado devido à gestação começam a liberar líquido, que vai saindo em forma de urina, suor e secreções vaginais. fonte

Antes do parto eu já tinha questionado a minha médica sobre a cinta e ela recomendou o uso a partir do momento que eu conseguisse evacuar e também sugeriu para aguardar e comprar somente depois do parto, assim o  tamanho seria mais preciso e eficaz. Ah! Outra coisa que ela recomendou foi o modelo em que os feches ficam ao lado como essa foto aqui e foi o modelo que escolhi:

ImagemVou ser bem sincera, eu comecei a usar a cinta uns 7 dias depois do parto e não consigo me imaginar usando antes disso, no começo (principalmente se vc fez cesárea), vai ser difícil conseguir fechar porque a barriga fica inflada, mas depois de uma semana, ou até 10 dias, seu corpo já terá liberado liquido e sangue e você já vai dar uma desinchada considerável.

Aiiii, eu estava aqui lembrando o dia da compra :) Nós saímos de casa com a pequena e meu marido estacionou em frente a loja e eu estava amamentando no carro, Deus! No começo é uma loucura porque toda hora é hora para mamar, ufa! Aí a V. dormiu, coloquei no bebe conforto e corri para loja naquela tensão, pensando: “será que ela vai acordar, arrotar, regurgitar, será que meu marido vai saber o que fazer? Ela tinha uns 7 dias, mas deu tudo certo! A loja era especializada em cintas pós – cirúrgicas e a vendedora entendeu a situação e foi bem objetiva e prestativa. Fica a dica aqui, não adianta comprar qualquer cinta, procure lojas especializadas.

Cinta comprada e aí vem o 2 dilema… entrar dentro dela! Na loja a vendedora foi ágil e fechou rapidinho, mas em casa tive que pedir ajuda para o marido, ninguém merece! Olha, eu adorava usar a cinta e ficava com ela direto ( mesmo não sendo a coisa mais confortável do mundo.. vamos ser honestas né? #vidademae ) nos primeiros dias eu sofri com os feches que ficam na calcinha, mas a cinta dava muita segurança, principalmente na hora de dormir sabia? Incomodava a sensação de que estava tudo “solto”dentro do meu corpinho.

Outro dilema, foi que a V. nasceu na metade de outubro e logo começou a esquentar. Quem já usou as cintas pós- cirúrgicas sabe que elas não são muito próprias para o calor. Chegou dezembro e eu suava, mas  ao mesmo tempo fiquei com medo de ficar com a barriga muito “flácida” ,  Assim, resolvi recorrer para as calcinhas mais altas e  bermudinhas. Usava em baixo dos vestidinhos de verão e em casa com o ar condicionado ligado eu aproveitava e usava a cinta. Deu tudo certo, olha os modelos que eu comprei e que até hoje uso quando tenho casamento, ou dependendo da roupa me dá mais segurança com as gordurinhas:

ImagemImagemImagem

Alguns links de apoio:

1. Baby Center

2. Revista Crescer

 Você sabia que não existem provas científicas que a cinta efetivamente colabore com a aparência da barriga? Sacana eu né? Só no final do post coloco essa informação, mas repito que a cinta ajuda a dar segurança no dia- a- dia e esteticamente (como eu estava gordinha antes mesmo de engravidar) foi ótimo.   Resumindo, ajuda muito, mas ainda assim, existem médicos que não recomendam. Consulte o seu e boa sorte!

Qualquer dúvida, estamos aqui! Bjs!

2 Comentários

Arquivado em Gravidez

Cesárea – experiência pessoal

 Olá! Na semana passada durante uma sessão estética (Yes, estou fazendo e logo conto mais detalhes aqui!) a minha anja, quero dizer, minha esteticista comentou que a minha cicatriz da cesárea estava “clarinha” e quase não dava mais para ver e eu a-d-o-r-e-i! Minha boneca V. vai completar 02 aninhos e aos poucos vamos esquecendo (memória seletiva) algumas das situações que passamos. Nada como estar em contato com uma grávida que nos enche de perguntas e vamos relembrado todas as fazes que rapidamente são substituídas por outras.
2006_03_gestante_mini

Bem, vamos ao assunto do dia: Eu fiz cesárea!

Sim, eu fiz e se você que está lendo esse post e é radical ou fã do Filme “o renascimento do parto” pode me julgar e me odiar, mas o fato é que desde o 1 dia que descobri a gravidez eu não conseguia me imaginar tendo um parto normal, só de pensar me dava pânico total de suar frio.

Meu pai é médico e minha mãe teve 4 partos normais e eles crucificaram minha decisão, fizeram questão de conversar comigo (muitas vezes) para tentar reverter a decisão, mas não conseguiram. Fui determinada desde o inicio da gestação e não entrei em trabalho de parto, a V. não ficou encaixada e eu efetivamente fiz a cesárea.

Meu pai como médico e minha obstetra me alertaram que a cesárea era uma cirurgia e que ninguém está isento de uma complicação, mas digamos que no parto normal isso também é possível certo? Eu pesquisei muito, assisti vídeos, conversei com profissionais e nada conseguiu tirar meu pânico de passar pelo parto normal, e ao contrario de muitas grávidas eu rezava no final da gestação para não entrar em trabalho de parto ( é claro que se acontecesse tenho certeza que naquele momento o extinto  falaria mais alto e eu iria tentar).

Tudo isso pode parecer besteira e superficial para algumas de vocês, mas tenho certeza que alguém aqui compartilha da mesma opinião e que a minha paz de espírito por saber que eu realmente teria que fazer a cesárea não teve preço. Talvez na próxima gestação eu consiga encarar o parto normal, deseje com todas as minhas forças e me sinta segura… vai saber, né?!

Acho que existem profissionais e profissionais, se é que vc me entende? Eu confiei 100% na minha médica obstetra e com o monitoramento por ultrassom nas últimas semanas tive certeza que ela não estava simplesmente agendando um dia e hora para minha filha nascer, mas sim prezando pela nossa saúde e segurança.

Quem vai fazer cesárea deve saber que é uma cirurgia e que existe o pós cirúrgico também. Sabe amigo que protege outro amigo quando trai a mulher ? Uma comparação meio absurda, mas as grávidas (pelo menos as que eu convivi), nunca me disseram “se prepara porque depois vai doer”. Pessoal, para mim o óbvio deve ser dito e escrito se possível… ainda mais quando estamos falando de seres grávidos que vivem em uma bolha durante 9 meses e só conseguem pensar no baby.

Ok, vamos para parte prática, se vc optou ou vai precisar fazer cesárea posso te dizer que no meu caso:

– deu tudo certo, sem complicações com a cirurgia de anestesia (uhuuu!);

– foi “agoniante” (não consigo definir bem a sensação) o momento da anestesia;

– senti muita dor e quando a enfermeira me ajudou a levantar da cama para tomar o 1 banho eu vi estrelas, mesmo estando medicada;

– dizem para não falar muito para evitar gases, inevitavelmente vc vai parecer gravida de 5 meses;

– como não falar com as visitas (rss)? Rir e tossir podem parecer as piores coisas do mundo durante uns 7 dias;

você também não poderá carregar nada mais pesado que o próprio bebê;

– É normal que alguma parte da sua barriga fique meio adormecida. O corte da cesariana afeta alguns nervos. A sensibilidade pode demorar alguns meses para voltar;

– no 2 dia a dor já era uns 10% menor e eu tive esperança que iria dar tudo certo;

– pode ser que seu leite demore um pouco mais para “descer”, prepare-se psicologicamente para isso, porque rola uma frustração de não conseguir amamentar;

– depois de 2 dias na maternidade (que é um local preparado), com barras de proteção no chuveiro e cama alta, quando cheguei em casa rolou uma deprê porque o sofá era baixo, muita dificuldade de sentar e levantar para fazer xixi, eu queria circular dentro de casa e retomar a vida, mas meu corpo pedia mais uns dias de repouso;

– depois de 5 dias da cesárea eu estava ótima em relação a dor e já não precisava de muito analgésico;

– nos primeiros 4 dias vai parecer que vc fez uns 1000000 abdominais;

– eu tinha medo de fazer movimentos bruscos (e nem podia!);

– dirigir só depois de 15 dias;

– minha médica tirou os pontos depois de uns 15 dias e não doeu;

– fiquei usando uma fita de micro poro na cicatriz por mais de 1mês porque eu morria de agonia de ficar sem (eu me sentia desprotegida), foi a minha médica que indicou para proteger e evitar um queloide;

– tinha também uma pomada que eu usava (não lembro o nome, mas o ideal é que o seu médico fazer a prescrição conforme a necessidade).

Alguns links para vocês pesquisarem um pouco mais:

1. Baby Center (a-m-o)

2. Gui do Bebe (curtia dar uma espiada na gravidez)

3. Programa Bem Estar (tbm curto!)

4.  Post focado na cicatriz

5. Higiene no corte

Acho que era isso, espero ter ajudado e se eu lembrar de algum detalhe importante ou se vocês quiserem alguma info extra é só deixar um comentário aqui no blog ok?

Baci X buona settimana! (estou querendo praticar o meu italiano, rsss)

17 Comentários

Arquivado em Gravidez

É conjuntivite?

Olá! Por aqui são 02h am  e alguém resolveu acordar… acho que ela pode estar incomodada pela conjuntivite :(( Estou aqui no sofá esperando a Valentina colaborar e dormir novamente e vou aproveitando para atualizar o blog porque amanhã só Deus sabe como vai ser o nosso dia. E seu filho já teve conjuntivite?

Image

Mantendo o bom humor

A conjuntivite ocorre quando uma infecção, um alérgeno ou algum outro agente irritante inflamam a membrana transparente que cobre a parte branca do olho e o lado de dentro da pálpebra (chamada conjuntiva). À medida que o sistema imunológico da criança tenta combater a infecção, o olhos dela poderão lacrimejar ou ficar cheios de secreção (cheios de remela).  (Foi assim que percebemos que tinha alguma coisa errada com a Valentina, depois de 1 minuto que limpávamos o olho dela a secreção verdinha se formava rapidamente no cantinho do olho).

Caso seu recém-nascido pareça estar com conjuntivite, fale com o médico o quanto antes, já que isso pode ser uma infecção séria para uma criança nesta fase. O tratamento vai depender do tipo de conjuntivite que o bebê tem, coisa que só o médico é capaz de identificar. A doença é muito incômoda, mas em poucos casos é grave. Lembre-se: A água boricada, que era usada antigamente nos olhos, não é mais indicada pelos médicos, devido ao risco de intoxicação. O ácido bórico pode ser absorvido e causar lesões. Use soro fisiológico ou água filtrada para compressas e para limpar as secreções.

Conjuntivite viral

A conjuntivite viral geralmente passa sozinha em, mais ou menos, uma semana. O pediatra vai recomendar que você mantenha a área limpa passando uma gaze com água filtrada, água mineral ou soro fisiológico (uma gaze em cada olho, se os dois estiveram infectados). Se a conjuntivite não der sinal de melhora em uma semana, volte a falar com o médico.

Conjuntivite bacteriana

Se for uma infecção bacteriana, o médico vai receitar um colírio antibiótico para pingar nos olhos do bebê. Ao aplicar, tente mirar no canto do olho quando seu filho fechar os olhos. Quando ele os abrir, o remédio vai acabar escorrendo para dentro. ( a conjuntivite da Valentina é bacteriana e por aqui vamos aplicando o colírio de 3/3 horas e é uma negociação to tipo: uma gotinha e a mamãe te dá uma bala #vidademãe!!!)

Lave bem as mãos antes e depois de cuidar dos olhos do bebê e nunca use o mesmo remédio que já tinha em casa. Medicamentos antigos provavelmente não são mais estéreis e podem piorar a infecção. Será preciso comprar um colírio novo. (nós compramos e como é um colírio antibiótico vc vai precisar de receita médica)

Use gaze e água filtrada ou mineral, ou ainda soro fisiológico, para limpar as casquinhas que se formam em volta do olho do bebê. Não use água boricada, que não é mais indicada pelos médicos para esse tipo de tratamento.

É verdade que conjuntivite pega fácil?

Sim. Tanto a forma viral quanto a bacteriana são extremamente contagiosas. Para impedir que a doença se espalhe pela casa, lave as mãos sempre que terminar de cuidar dos olhos do bebê e mantenha as toalhas, roupas e roupa de cama dele separadas das do resto da família, além de lavá-las com frequência. Seu filho também não vai poder frequentar a escolinha ou a creche enquanto estiver com conjuntivite. (lá, lá, lá… nessas horas vc odeia a escolinha porque sabe que muito provavelmente foi lá que ele pegou a “pereba”, mas também valoriza cada centavo que paga porque ficar o dia todoo com os pequenos não é fácil)

Para mais informações indico o BabyCenter

3 Comentários

Arquivado em Alimentação & Saúde, Vida de mãe

Aplicativos para celular essenciais para a gestação

Se você está grávida ou tentando engravidar, vai gostar desse post:))

Listamos cinco aplicativos que irão trazer informação e facilitar a sua vida durante e após a gestação. Já faz tempo que queremos colocar esse post no blog.. .os aplicativos de celular para a gestação são os “queridinhos do momento”. Quando ficamos gravida o celular vira +/- o seu melhor amigo depois  do ginecologista/obstetra. Pintou uma duvida, surgiu uma novidade, sentiu uma pontadinha diferente na barriga.. pronto! Pega o celular e corre para procurar o que o que pode significar. A minha médica me falou que hoje em dia é super complicado atender as paciente porque elas já chegam no consultório com as perguntas x respostas e o questionam tudo o que os médicos falam? Pois então, o fato é que esses Apps são muito legais e vão ajudar você a entrar no mundo maravilho dos bebes e entender tudo o que acontece semanalmente. Confira a nossa seleção:

Guia Crescer de Gravidez

Está grávida ou se preparando para ficar? Então vai adorar a novidade que CRESCER traz para você. O aplicativo “Guia Crescer da Gravidez” para celular iPhone ou iPod Touch vai acompanhar o desenvolvimento do seu bebê ainda na barriga. E o melhor é que ele é grátis. Basta baixá-lo na loja da iTunes pelo link . Esse aplicativo oferece para você todos os detalhes da sua gravidez , álbum de fotos, qual nome escolher e a  tradicional lista do enxoval. Acesse para mais informações Revistas Crescer

crescer

Grávida App

Disponível para iOS, o Grávida App tem uma simples e importante missão para quem está planejando ter um filho: descobrir quando ocorrerá o período fértil. Baseado no último ciclo menstrual, ele faz o cálculo aproximado ( cálculo funciona somente para mulheres que possuam ciclos de 28 dias) e o aplicativo não requer cadastro para ser usado. Para calcular a data do seu próximo período fértil é preciso inserir o seu último ciclo menstrual. Além da data de início e fim, ele ainda apresenta uma projeção, caso ocorra a gravidez, do período em que seu bebê deverá nascer. O cálculo para o parto varia em dois dias antes e dois após de uma possível data, porém o Grávida App peca por não salvar os dados. Ele é gratuito e compatível com iOS 3.0 ou superior.

gravida

Minha Gravidez Hoje

Use o aplicativo mais útil para futuras mamães e papais. Feito especialmente para você pelo BabyCenter, o maior site do mundo sobre gravidez e bebês, que dá orientações confiáveis a mais de 25 milhões de pessoas de vários países. É só informar a data prevista de parto que o Minha Gravidez Hoje transforma seu Android ou iPhone num guia cheio de informações úteis (  Minha gravidez dia a dia , Imagens do desenvolvimento fetal, Lista de tarefas, Vídeos de tirar o fôlego, Calculadora da data do parto, Guia de nutrição)   para cada dia da gestação. Você vai se sentir mais preparada para a chegada do bebê e conseguir respostas para todas as suas dúvidas, sempre que precisar. Todas as informações de saúde são aprovadas pelo Conselho Médico do BabyCenter.

babycenter

I’m Expecting – Pregnancy App

Desenvolvido pela GE e a MedHealp, o I’m Expecting é uma aplicativo para iPhone que permite as grávidas a controlarem a sua gravidez e se familiarizarem com o que está por vir. Para nós o grande diferencial desse app é o fato de você poder compartilhar os sintomas com milhares de outras mulheres do mesmo período gestacional, obter dicas de como minimizá-los e acompanhar semanalmente a gravidez e o bebê, controle do ganho de peso, agendamento de consultas, compartilhar informações com o obstetra além de acesso de qualquer computador a seus dados com a possibilidade de imprimi-los.

preg

Pais e Filhos

Esse app ajuda a acompanhar o desenvolvimento do bebê desde o inicio da gravidez até o dia do nascimento. Ele permite adicionar anotações e fotografia a cada uma das etapas – criando um diário pessoal único e interativo que pode ser acessado a qualquer momento onde estiver. E o mais bacana deste aplicativo, é que ele dá dicas a cada semana de gestação não só para nós mamães, mas também fala sobre o desenvolvimento do bebe, sobre a alimentação e dicas para os papais.

paisjpg

Espero que tenham gostado, estamos de olho em novos aplicativos e em breve eles estarão listados aqui no blog. Fique de olho, curta nossa página no facebook  e indique para futuras mamães. bjs!!

Deixe um comentário

Arquivado em Gravidez