Arquivo da tag: acordar cedo

Algo que funciona para mim: acordar muito cedo

acordar cedo

Uma coisa que você para de ter, de certa forma, depois do nascimento do bebê, é silêncio. Eu não digo silêncio no sentido de música alta, TV, pessoas conversando, choro, pedidos de colo e tal, digo aquele silêncio interior (ai, olha eu toda mística aqui… haha não, não) que acontece quando você consegue ler as notícias em silêncio, programar o seu dia em silêncio, estudar em silêncio, trabalhar em silêncio absoluto. Esse silêncio, para mim, vem da certeza de que ninguém vai me requisitar. Eu não vou precisar levantar de onde estou para fazer mamadeira para ninguém, trocar fralda, atender telefone, responder alguma pergunta ou qualquer coisa do tipo, esse momento é um em que não sou interrompida. Experimentar essa sensação só é possível, para mim, quando acordo muito cedo. Não adianta eu tentar ter esse momento de silêncio à noite, depois que filha e marido foram dormir, porque estou muito cansada, e esse meu momento não é um para ser vivido com cansaço, e sim com desejo de café, de notícias, de nada, de trabalho ou de estudo. Às vezes acordo às 4h da manhã, às vezes às 6h. A primeira situação geralmente acontece quando a Alis acorda de madrugada para mamar e eu enxergo aí uma possibilidade de ter esse silêncio e aproveito para levantar. Já a segunda situação acontece quando acordo cedo (6h é cedo, né?) e percebo que, se eu levantar, posso aproveitar uma ou duas horinhas de tempo-da-Melina. É nessa hora que preparo o café mais gostoso do mundo e noto que, nesses dias em que separo um tempo maior para mim, mesmo tendo dormido menos, funciono melhor e com mais disposição.

Tendo dito tudo isso, noto também que agora que a Alis está maiorzinha a vida está mais fácil. Consigo conversar com ela e explicar que preciso de um tempo para fazer alguma coisa. Tem horas em que isso funciona, tem horas que NÃO MESMO, mas tem melhorado. Essa é meio que uma dica de beleza interior, então, porque o resultado na cútis ao redor dos olhos não é dos mais bonitos, mas tem suas recompensas! Mesmo porque assim, né, sono a gente recupera em algum momento (só não no primeiro ano de vida dos nenéns, isso não tem jeito mesmo, o negócio nessa época é maternar em modo zumbi mesmo… hehe).

photo (3)

Depois que aprendi a fazer café cremoso, acordar tem uma motivação extra!

Alguém por aí faz o mesmo?

Beijones!

2 Comentários

Arquivado em Vida de mãe

Sobre querer mudar

Quem nesse mundo não quer mudar? Eu quero acordar cedo e disposta (em vez de cedo e com preguiça), ler livros do começo ao fim sem flertar com outros títulos, cozinhar pratos deliciosos e nutritivos para a minha filha todos os dias, ir às aulas de pilates como uma beata vai à igreja, acampar, fazer trekking, levar a Alis ao parque uma vez por semana (pelo menos), comer mais frutas, cortar o doce da alimentação (ou pelo menos diminuir drásticamente), meditar, nunca ceder às tentações da fofoca, caminhar mais, subir escadas em vez de usar o elevador… por favor, alguém me passa uma receita de como fazer isso tudo dar certo? Caro(a) leitor(a), atente para o fato de que eu faço a pergunta e eu mesma dou uma resposta logo abaixo… A impressão que eu tenho é que era mais fácil mudar antes, quando eu era mais nova. Acho que vamos criando raízes com os nossos hábitos e parece mais difícil mudar do que realmente é. Li um dia desses em um blog sobre hábitos zen que, para mudar, temos que começar com metas bem fáceis, como passar o fio dental em um dente se você não tem o hábito de passar fio dental diariamente (esse hábito eu tenho, ainda bem). Mas fez sentido, sabe? Quando eu decidi começar a fazer abdominais em casa, defini uma meta de 100 por dia, começando com 100. Eu estava destinada ao fracasso, claro, mas vou tentar começar hoje com 10 abdominais e aumentar progressivamente. O importante, diz o autor do blog, é estabelecer metas que você teria vergonha de não cumprir de tão fáceis que são. Tenho pensado bastante sobre isso e vou começar um hábito por vez, até que ele crie raízes no meu dia-a-dia e só depois vou começar um hábito novo.

Espero que funcione, vamos acompanhar…!

Deixe um comentário

Arquivado em Vida de mãe