Arquivo da categoria: Links

Rapidinhas: Fotos de mães, coisa linda!

O banco de imagens Getty Images está reformulando seus conceitos e se ajustando às novas tendências: a empresa está atualizando as fotos de mulheres em seus arquivos. Saiba mais nesta postagem de notícia do Washington Post.

Confere algumas bem legais e lindas:

enhanced-buzz-wide-11785-1392163388-11

enhanced-buzz-wide-16234-1392163393-15

enhanced-buzz-wide-32631-1392163441-7

470182593

474577181

Deixe um comentário

Arquivado em Gravidez, Links, Rapidinhas, Vida de mãe, Vida Real

They’re back: Links da Semanaaaa

Colagem Links da Semana

Ok, deixe-me primeiro pedir perdão pela falta de frequência por essas bandas virtuais, é que minhas aulas no doutorado começaram nesta semana e na semana passada eu meio que tentei colocar a vida em ordem para começar o doutorado com o pé direito. Depois de gastar R$137,00 em Xerox para UMA das TRÊS matérias que vou fazer, percebi que fiz a coisa certa. É, as coisas vão ficar bem acadêmicas por aqui (por aqui, e não por aqui, no blog… se bem que é bem provável que respingue um pouco de academicismo no Mais que Mães, mas prometo ser light). Mas vamos aos links. Andei encontrando uns links bem bacanosos, mas o mais interessante deles está em inglês, ó:

1

1. Uma matéria no New York Times sobre a geração de mulheres que, no início dos anos 2000, decidiu colocar os filhos em primeiro lugar em detrimento do trabalho. A repórter, que escreveu um livro nessa época depois de entrevistar 22 mulheres com carreiras de sucesso que decidiram largar tudo para se dedicarem aos filhos, re-entrevista algumas dessas mulheres e encontra algo diferente: muitas delas questionam se o que fizeram foi bom ou não para a vida delas. A matéria tá super interessante e coloca lenha na fogueira desse debate já tão caliente. Veja bem, eu não sou contra nem a favor de ficar ou sair do mercado de trabalho, mas acho que debates são sempre bem-vindos porque nos oferecem alternativas para o que não está funcionando (ou pelo menos apontam para possíveis direções de novos debates). O link está aqui, ó: pode clicar.

Hildur Lilliendahl, Miss Troll 2013

2. Uma notícia sobre o concurso para Miss Islândia, onde feministas fizeram uma trollagem mais que da hora. Depois que o diretor do evento anunciou que o concurso, neste ano, seria mais aberto e não teria limites de altura, peso, etc, “mulheres e até homens de várias idades decidiram participar. ‘Estou fazendo isso para mostrar o quanto esse concurso é sem sentido’, diz a pastora Sigridur Gudmarsdottir, 48 anos, que espera que o protesto faça as pessoas pensarem sobre o arbitrário conceito de beleza. Para a crítica literária Brynhildur Omarsdottir, que também enviou sua candidatura, o diretor do evento deu a margem que as feministas queriam para criticar o concurso por promover a objetificação das mulheres e o estereótipo da ‘mulher ideal’. Hildur, o estopim do movimento, concorda: ‘Os concursos de beleza tradicionais promovem o exemplo perfeito do tipo de mulher criada pelo patriarcado. Esse sistema ensina (e/ou força) mulheres a serem belas e amáveis e doces e bem-comportadas e compostas e totalmente reprimidas, e é exatamente assim que as mulheres são mantidas fora das posições de poder, do mercado de trabalho e da potencial revolução capaz de destruir esse sistema idiota’”. Muito bom, olha lá!

34594-fruit-apple-fruit-arrangement

3. Uma boa notícia para pais e filhos: escolas que não oferecerem alimentos saudáveis serão fechadas. Link aqui.

4

4. “Querida filha: Espero que você tenha uma vida sexual maravilhosa!”, e assim Ferrett Steinmetz abre o texto onde fala sobre como ele quer o bem para a filha dele. O texto foi publicado no blog FemMaterna e traduzido por Cecília Santos. Vai lá, vale a pena!

Beijo!

Deixe um comentário

Arquivado em Links

Top 10 comerciais para o Dia dos Pais

Hello!

Primeiro os meus parabéns para os papais :))

“Sai o estereótipo de pai preguiçoso e bufão, à lá Homer Simpson, ou que passa a vida inteira no trabalho, se limitando a consertar coisas em casa, e dessa forma incompetente no cuidado com os filhos, e agora o que vemos são verdadeiros jedis do carinho, educação e troca de fraldas.” @cmerigo

Quem tem acompanhado o blog sabe que coloco com frequência textos e links sobre maternidade porque estamos sempre pesquisando e de olho nas novidades. Durante a semana dei uma pesquisada e encontrei no site brainstorm9 essa seleção dos Top 10 comerciais para o Dia dos Pais e resolvi compartilhar aqui com vocês. Ah! não esqueçam de mostrar para os papais, ou melhor… mandem uma msg com esse link  e peçam para eles ficarem de olho no blog e fanpage para acompanhar as novidades ok?

Vamos conferir agora o roteiro do para o site brainstorm9:

10. Tiger Woods (Nike)

Vamos relembrar o que aconteceu com Tiger Woods na época em que a Nike decidiu levar ao ar esse controverso comercial.

De herói nacional a traidor da imaculada família americana com sucessivas puladas de cerca, o escândalo em torno do golfista rendeu afastamento de patrocinadores e condenação pública. Poucos dias antes de retornar aos campos, a Nike demonstrou seu perdão ao jogador em tom sóbrio, corajoso e humano. O pai de Tiger, Earl Woods, já falecido na época do acontecimento, narra um texto que parece ter sido meticulosamente pensado para o filme.

9. Fast (Volkswagen)

Quebrando um pouco o tom emotivo dessa lista, esse filme para o Jetta conta a história de um garoto que passou a vida toda perguntando: “É rápido?” Mas um dia tudo muda. Um dos melhores exemplos em representar o pai moderno e cuidadoso atual.

8. Father & Son (Telecom New Zealand)

Um retrato emocional da relação mais especial que existe – um pai e um filho crescendo juntos, do nascimento até a velhice, ao som de “Father & Son” de Cat Stevens.

Convertido ao islamismo e atualmente conhecido como Yusuf Islam, Stevens jamais tinha liberado uma música sua para publicidade antes. O apelo passional da agência, a Saatchi & Saatchi Wellington, e o tom do comercial garantiram o “sim”.

7. Completamente Louco (Itaú Seguros)

A voz de Paulo Goulart esteve em dezenas (centenas talvez?) de comerciais, mas certamente a sua locução inesquecível está nese filme da DM9DDB para Itaú Seguros que conta as loucuras de ser pai. Um clássico da propaganda brasileira.

6. Dad (Volkswagen)

Criado para o Reino Unido, esse comercial é mais um da Volkswagen que bate na tecla da “segurança”. Como você já viu nessa lista, a marca já fez isso com bom humor, e agora conta de forma emocional a evolução da relação entre pai e filha, desde o nascimento até o dia em que ela sai de casa. É a partir daí que o Polo entra em ação.

5. Dad’s Love (Sprite)

Com a famosa música do Bee Gees servindo praticamente de texto, esse antigo filme de Sprite mostra o que um pai é capaz de fazer, sem se importar com mais ninguém.

4. Baby Driver (Subaru)

A Subaru representa aqui, de forma magistral, a visão clássica de um pai diante da filha.

O comercial teve até uma indicação ao Emmy, em 2010.

3. New Dad (Google)

Conta a história de um pai fresco, que tirou um monte de fotos do filho com o celular mas um dia esqueceu o aparelho dentro de um táxi.

Uma aula de como apresentar features e falar de utilidade com um comercial emocional e engajador. Como eu disse na época, se você não usa o Google+, a culpa definitivamente não é do marketing.

2. Mundo Melhor (Coca-Cola)

Qualquer um pode dizer que isso não é bem um comercial, que a Coca-Cola só aproveitou um famoso viral na internet.

Mas não é “só”, e sim uma oportunidade genial. Um belo contexto.

1. Dear Sophie (Google)

Para promover o Chrome, o Google criou a campanha “The Web Is What You Make Of It” representando seu maior investimento em televisão até então.

Um pai que registra e guarda tudo para mostrar para a filha um dia, demonstra a infinidade de ferramentas do Google com uma narrativa sentimental que vai fazer chover no seu olho no final. Glória em formato 60 segundos

Bônus:

Agora confere essa ideia super D+ que a Huggies criou para que os papais pudessem de alguma forma sentir  um pouquinho das nossas sensações durante a gestação.

Gostaram? Alguém chorou?? Eu amo comerciais com contexto emocional!! Bjs!!

Deixe um comentário

Arquivado em Links

Links da Semana

1. Eu curto cozinhar. Nem toda pessoa curte. Não é coisa de mulherzinha, é amor por picar coisas, misturar tudo, inventar um pouco. Se tem um programa de tv, blog e instagram @rachelkhooks que me inspira é o Pequena Cozinha em Paris, da Rachel Khoo, que aqui no Brasil tá passando no GNT. Eu nem copio as receitas, só me inspiro para criar e sigo a minha intuição. Os resultados têm sido interessantes, em breve posto alguns experimentos.

Image

2. No site da TPM, uma entrevista com a blogueira Lola Aronovich, pessoa fantástica que foi minha professora durante a graduação. A TPM a apresenta bem, olha só: “A professora e escritora Lola Aronovich, 46, é autora do blog feminista mais acessado do Brasil, o Escreva Lola Escreva. Desde janeiro de 2008 coleciona leitores fiéis e um número de mais de 300 mil visitas e 420 mil pageviews por mês. O debate não se restringe ao post, e a caixa de comentários acaba virando uma área que abriga discussões acaloradas e muitas vezes confissões íntimas. A empatia é tamanha que muitas mulheres passaram a procurá-la pra dividir histórias e pedir conselhos. Isso a levou a criar os Guest Posts, uma seção dedicada aos e-mails que recebe e considera importante dividir. “Já publiquei quase 250 desde que comecei o Escreva Lola; 113 só em 2012”, conta.”

Image

3. Com tantas pressões para sermos lindas, magras e ricas dentro do padrão doido de beleza da nossa sociedade (mães que o digam!), é difícil não se sentir “fora do padrão”, “feia”, “incorreta”. O texto da Aline Valek fala sobre isso de um jeito bem legal. Aliás, a Aline é o máximo: escreve pacas e sobre assuntos legais. Vai lá, confere o texto.(Falando nisso, aproveita pra ler esse texto, que é DEMAIS!)

2

4. Mães precisam de maquiagem (e sim, eu sei que mães não precisam de maquiagem, que na verdade ninguém precisa de maquiagem, mas eu gosto de fazer entradas dramáticas), e ninguém melhor pra ensinar a fazer um make que não parece make que a Lisa Eldridge. Assista a este vídeo, eu prometo que vale a pena e que você vai querer assistir a todos os tutoriais dela. Olha esse sobre usar maquiagem sem parecer que você está usando maquiagem:

Image

PS: O vídeo dela mostrando como fazer a maquiagem da Audrey Hepburn no filme Bonequinha de Luxo é demais, tá aqui.

5. Adoro esses vídeos que mostram a gravidez inteira em alguns minutos (dois, neste caso), e me arrependo de não ter feito isso na gravidez da Alis, mas nossa câmera na época era tosca e o resultado teria ficado tosco, então ok hehe Olha que fofo esse vídeo:

Por hoje é isso, mas me aguardem durante a semana porque eu amo fazer esse tipo de post!

Baci!

1 comentário

Arquivado em Links

Links divertidos

Links de terçaofi

Dando aquele rolê pela blogosfera, encontrei coisas divertidas, sente só:

1. O blog Agora Sou Mãe, da Bia Mendes, além de blog, também é loja de camisetas com temas de maternidade, e agora a Bia também vende camisetas para daddies em formação, eu fiquei muito fã dessa:

Image

2.No New York Times, a seção Room For Debate traz um assunto que tá super em voga, “Should women delay motherhood?”, ou “As mulheres deveriam adiar a maternidade?”, e chama vários experts para discutir a questão. Não achei o debate mega aprofundado, mas algumas opiniões estão bem interessantes (como a da Mary Ann Mason e da Elisabeth Gregory). Link aqui.

Image

3. Um artigo bem legal na Carta Capital sobre os fiscais da militância, ou seja, sobre como o senso comum enxerga as militantes feministas que criticam o que parece bobo a olhos não treinados, como o corpo da Barbie, a cor do Kinder ovo e outras coisas que só colaboram com a continuidade de certos estereótipos que levam a problemas maiores. O texto é da Clara Averbuck, é curto e dá uma ideia bem boa de porque a militância é importante (e nós, mães, temos que ficar muito ligadas nisso para não darmos continuidade a estereótipos nocivos, vale a leitura).

Image

4. Explicando a Revolta do Vinagre para a Clarice, que tem 2 anos, no blog “Para Clarice ler quando crescer”, coisa mais linda do mundo.

5. Receita que parece muuuito deliciosa e que vou testar no fim de semana, de mousse de chocolate e café com merengue de caramelo e canela (NHAM!): aqui. 

Image

6. Aqui, várias ideias divertidas de como documentar a passagem dos meses na vida dos babies. A-do-rei e confesso que fiz quase nada disso no primeiro ano de vida da Alis (mas tirei milhaaaares de fotos dela).

Image

É isso, gente, links de domingo agora são links de terça-feira haha Maternidade: fazendo que você se adapte às mudanças da vida desde que o mundo começou!

Beijo!

Deixe um comentário

Arquivado em Links, Vida de mãe

Links de segunda-feira

1. Ontem acordei com a Alis me chamando do berço, pedindo “mamá”. “Mamá, mamãe, mamá” para ser bem exata. Levei-a para a sala, preparei uma mamadeira para mocinha, um café para mim e liguei a TV no desenho “Peppa Pig”, alguém aí já assistiu? Estou 100% obcecada e apaixonada pela porquinha Peppa e pela família dela. O desenho passa no canal Discovery Kids, cada episódio tem 5 minutos e é a fofura transformada em cartoon. Segue um vídeo abaixo como “prova”:

2. Para as mães desesperadas, um post encorajador: tudo melhora com o tempo! 

3. Auto-imagem é uma coisa que PEGA pra qualquer mãe normal. A gente rala pra conseguir voltar ao peso pré-gravidez e, quando consegue, sua mais um pouco pra manter e ficar em paz com as marcas da gravidez, sejam elas as estrias, os seios que sentiram o peso do leite, a cicatriz da cesárea quando é o caso e as olheiras que insistem em não desaparecer! Essa bela notícia no Huffington Post mostra ensaios com mães e as marcas da maternidade, vale conferir: olha só.

4. O Blog Americano Scary Mommy, uma referência para pais gerenciado pela hilária Jill Smockler, traz guest posts de várias pessoas e vários assuntos. O texto do link (que está em inglês), foi escrito pela Katherine Stone e fala sobre depressão pós-parto. Katherine sofreu depressão pós-parto e hoje em dia tem um blog chamado Postpartum Progress (postpartumprogress.com/), onde ela trata do assunto. Confira o texto.

5. A notícia está em inglês (ai, pequei neste post, né? Tudo em inglês… desculpa, da próxima vez serei mais brasileira), mas é sobre como pode ser cansativo fazer almoço e jantar todos os dias para os filhos, ainda mais quando se tenta ser criativ@ e fazer comidas saudáveis. O que eu mais gostei (li apenas o começo da notícia) foram as fotos de comida no final, porque elas já me deram uma ideia do que fazer para a Alis. 

Bom começo de semana!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Links, Vida de mãe