Pedido de desculpas aos grávidos

Oie!

Sabe qual a coisa que me fascina no blog? Ter um post programado com o tema Tutorial para aprender a fazer um bolo de fralda  (rssss, sim é “útil”) e de repente, quando você menos espera, tipo assim, parada em um sinaleiro, você começa a pensar na sua amiga que acabou de descobrir que vai ter uma menina e pimba, começa uma enxurrada de ideias e eu me pego falando e pensando nesse post. Muda tudooooo e está aqui o meu pedido público de desculpas. Não está entendendo nada, né? Então confere esse post:

No Domingo passado fomos almoçar na casa de uns amigos que estão “grávidos” de 5 meses e tinha outro casal com um baby também. Bem, assunto vai, assunto vem e acabamos falando de maternidade, até porque grávidas tem muitas dúvidas e expectativas de como será seu grande dia como mãe.

Por algum motivo enfatizamos (eu acho) pontos negativos e depois que cheguei em casa fiquei me sentindo um pequeno grande monstro. Eu odiava qualquer pessoa que me falava essas coisas quando estava grávida. Poxa, a gravidez é um período mágico – literalmente, no sentido da palavra – porque tem um pequeno ser que vai criando forma e vida dentro de nós. Acho que a mágica da primeira gravidez é justamente o fato de ainda não estarmos “contaminados” por noites mal dormidas, problemas com a amamentação, cólicas, etc….

Não pense que eu estou me fazendo de louca, ok? Sim, são muitas as variáveis que entram em cena com o nascimento do baby e não é fácil m-e-s-m-o como em propaganda de aleitamento materno e novela. Não vou deixar de enfatizar aqui que para as mulheres ainda é (e acho que sempre será)  “pior”. Nós geramos, nosso corpo sofre modificações, nós amamentamos, nós sentimos, nós parimos, nós temos um “bum” hormonal e eu poderia listar muitas outras coisas, mas hoje não! Hoje eu quero aproveitar e pedir desculpas publicamente, rsss…

Acho que exageramos no domingo em ficar falando como ter filho é cansativo, falando da falta de privacidade, se pensar direito não faz…sabe essas coisas que falamos? Tem fases que são mais difíceis, mas é uma delicinha ter filho e, como eu já disse por aqui, não consigo imaginar mais a minha vida sem a pequena.

Hoje somos (mulheres e homens) muito individualistas, é um momento em que ser bom e qualificado não basta  para conseguir um bom cargo e salário. Damos um duro danado para sustentar nossas famílias, os horários de trabalho muitas vezes são abusivos, o comprometimento e o profissionalismo é confundido com semi-escravidão, manter o padrão de vida é duro, temos nossa liberdade, muito entretenimento, não dormimos mais com o por do sol, o custo de uma pessoa para ajudar com as atividades domésticas é alto e é conflitante ter um ser pequenino que depende exclusivamente de nós.

Esse conflito é natural, difícil. Quem nunca se questionou da decisão de ser mãe e pai e, para ser sincera, acho que nem todo mundo “serve para coisa”, mas cada um sabe o que faz, né? Eu estava resolvendo uns pepinos no centro da cidade e vi uma mãe com um bebê que certamente tinha algum problema, e aí caiu minha ficha. Poxa! Me senti uma ridícula de às vezes ficar me lamentando, de tirar par ou ímpar com o marido para ver quem troca a fralda… Porque somos assim? Por que eu sou assim?

No dia-a-dia esquecemos das dificuldades da vida, tem pessoas que têm problemas reais. Nossa sociedade é triste no sentido de não dar tratamento, oportunidade e apoio adequado para as famílias e crianças que tenham qualquer mini-síndrome.

Eu passei por conflitos com o nascimento da minha filha, mas hoje eu vejo todo o retorno que ela me proporciona. Sou melhor por ela, sou melhor com ela ao meu lado. Ufa… já me sinto bem melhor! (momentos de loucura pessoal)

psiloveyou

Amigos grávidos, toda felicidade do mundo para essa nova pequena que está chegando. Bjs!!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Gravidez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s